Livro conta a história de manuscritos perdidos para sempre

Marisa Midori comenta “Histórias de Livros Perdidos”, de Giorgio van Straten, publicado pela Editora Unesp

  • 4
  •  
  •  
  •  
  •  

Após a morte de Lorde Byron (1788-1824), o editor e pessoas próximas ao poeta romântico britânico resolveram simplesmente incinerar os manuscritos que continham suas memórias, que foram perdidas para sempre.

Esse é um dos relatos publicados no livro Histórias de Livros Perdidos, de Giorgio van Straten, recentemente lançado pela Editora Unesp.

A obra de Straten foi destacada pela professora Marisa Midori em sua coluna Bibliomania, transmitida no dia 15 de março de 2019 pela Rádio USP (93,7 MHz).

Ouça no link acima a íntegra da coluna.

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.


  • 4
  •  
  •  
  •  
  •