USP e Instituto Pasteur inauguram plataforma científica

A Plataforma Pasteur-USP é um dos quatro grandes núcleos que integram o Inova USP

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
A cerimônia foi realizada no prédio do Centro de Pesquisa e Inovação Inova USP – Foto: Marcos Santos/USP Imagens

Em uma cerimônia realizada no dia 4 de julho e que reuniu dirigentes de instituições de ensino e pesquisa, representantes de agências de fomento e pesquisadores brasileiros e franceses, foi inaugurada a Plataforma Científica Pasteur-USP.

“Os laços que unem a USP e as instituições francesas são muito fortes e estão na origem da Universidade, quando pesquisadores franceses vieram para lecionar aqui com o espírito de ensinar em um ambiente de pesquisa. É um grande prazer para a Universidade hospedar aqui essa Plataforma, uma oportunidade de trabalharmos juntos, pesquisadores dos dois países, com o propósito de desenvolver pesquisas que melhorem a saúde da população e as políticas públicas”, explicou o reitor Vahan Agopyan.

Localizada no Centro de Pesquisa e Inovação Inova USP, a Plataforma terá 17 laboratórios de pesquisa focados no estudo de patógenos para prevenção de epidemias, atuando como uma célula de intervenção de urgências. Nela funcionarão laboratórios de pesquisa de nível de biossegurança 3, equiparáveis aos parâmetros internacionais, onde serão estudados patógenos de alto risco. O investimento previsto é de cerca de R$ 40 milhões, sendo R$ 15 milhões em equipamentos.

O vice-presidente de Administração e Finanças do Instituto Pasteur, François Romaneix, lembrou que “no momento em que o instituto comemora seus 130 anos, a inauguração da Plataforma Científica reforça que ele continua cumprindo sua vocação internacional. Essa iniciativa associa as competências de pesquisadores brasileiros e franceses na melhoria da saúde mundial, intensificando a transmissão do conhecimento científico e as aplicações da pesquisa e da inovação”.

Prestigiaram o evento o cônsul-geral da França em São Paulo, Brieuc Pont; a presidente da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), Nísia Trindade Lima; o presidente do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), João Luiz Filgueiras de Azevedo; o secretário executivo da Secretaria de Desenvolvimento Econômico do Estado de São Paulo, Américo Ceiki Sakamoto; o diretor de Estratégias Institucionais do Instituto Butantan, Raul Machado Neto; o coordenador do Inova USP, Luiz Henrique Catalani; os coordenadores da Plataforma, Luís Carlos de Souza Ferreira e Paola Minoprio; entre outros.

[A partir da esquerda] Paola Minoprio, Brieuc Pont, François Romaneix, Vahan Agopyan, Nísia Trindade Lima, Marco Antonio Zago e Luís Carlos de Souza Ferreira – Foto: Marcos Santos/USP Imagens

Instituto Pasteur do Brasil

A Plataforma Científica Pasteur-USP é resultado de uma parceria firmada em 2015 entre a USP, o Instituto Pasteur e a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) com o objetivo de desenvolver pesquisas de agentes patogênicos emergentes e métodos para prevenir epidemias de doenças infecciosas que podem provocar danos no sistema nervoso central, como a zika, a dengue, a febre amarela, a influenza e a doença do sono.

O presidente da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp), Marco Antonio Zago, era o reitor da USP na época em que a parceria foi firmada. “Estou feliz em ver que as novas gestões das três instituições continuaram a apoiar fortemente a iniciativa. Embora muitos pesquisadores da USP, da Fiocruz e do Pasteur já tivessem um longo histórico de colaborações, foi o acordo tripartite assinado em 2015 que deu início à implantação do Instituto Pasteur no Brasil e que criou o primeiro vínculo institucional entre a USP e a Fiocruz”, lembrou Zago.

Inova USP

A Plataforma Científica Pasteur-USP é um dos quatro núcleos que compõem o Centro de Pesquisa e Inovação Inova USP.

Inaugurado no final de 2017, o Inova USP foi idealizado para ser um centro de pesquisa interdisciplinar, voltado à inovação e ao vínculo direto com os setores produtivos da sociedade.

Além da Plataforma Científica Pasteur-USP, compõem o Inova USP o Laboratório de Games e Soluções Digitais (Pateo@USP), o Laboratório de Biologia Sintética e Sistemas (S2B Lab, na sigla em inglês) e o Laboratório de Soluções Inovadoras para Pesquisa Interdisciplinar (IRIS, na sigla em inglês).

Dirigentes de instituições de ensino e pesquisa, representantes de agências de fomento e pesquisadores brasileiros e franceses prestigiaram o evento – Foto: Marcos Santos/USP Imagens

 

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.


  •  
  •  
  •  
  •  
  •