ESPECIAL EDUCAÇÃO

Os desafios da
Educação no Brasil

Neste Especial, o Jornal da USP oferece sua contribuição para o debate dos rumos da educação no próximo quadriênio

Foto: Cecília Bastos/USP Imagens

Se há uma questão unânime no Brasil é que o país precisa investir, e muito, em educação.
Vivemos o avanço acelerado da era digital e os desafios que ela coloca para as sociedades. Mudam os paradigmas nas áreas de produção, serviços, emprego, comunicação, educação e cultura. Todos os alicerces sociais estão em xeque.

Há que ter novas competências para navegar nesse novo mundo. Competências profissionais, sociais e culturais, casadas com os valores da cidadania e da civilização contemporânea.

Educação é e será o esteio para essa travessia.

No Brasil ainda convivemos com questões antigas, que já deveriam ter sido enfrentadas e resolvidas no século 20. Mas se arrastam sem solução. Analfabetismo, analfabetismo funcional, péssima qualidade do ensino público, especialmente o básico, incertezas sobre o ensino médio, expansão acelerada e desequilíbrios no ensino superior.

O País corre o risco de aprofundar a desigualdade social imperante se não oferecer a todas as crianças e jovens uma educação de qualidade, que lhes dê igualdade de oportunidades na sociedade e para o exercício da cidadania.

A educação é e será a alavanca para construir uma sociedade justa e dinâmica.

Nos últimos meses, o Jornal da USP publicou reportagens, artigos e entrevistas sobre os desafios da educação no Brasil, em função do debate eleitoral travado ao longo de 2018.

Neste Especial, oferecemos um apanhado de todo esse material, para contribuir para o debate dos rumos da educação no próximo quadriênio, no qual os governantes eleitos terão a responsabilidade de propor e implementar soluções.

ARTIGOS

Topo