Ensino a distância é essencial para treinamentos

O colunista afirma que nas funções de educação com mais jogo de cintura, o ensino a distância está muito longe de acontecer

  • 1
  •  
  •  
  •  
  •  

O tema da edição de hoje trata da polêmica do ensino a distância. O primeiro problema com o ensino a distância é que é uma palavra-chave que se aplica a muitas categorias. “Essa forma de ensino vai substituir o professor nas funções mecânicas, como, por exemplo, a técnica contábil. Já no momento do jogo de cintura humano, o ensino a distância está muito longe de substituí-lo, é muito limitada e restrita.”

O ensino a distância é essencial no que chamamos de treinamento, por exemplo, o que fazer em caso de incêndio, algumas técnicas de saúde. “Pode ser muito bacana, porque aumenta o nível básico de muitas pessoas e resolve uma série de problemas, e não há professores suficientes para preencher essas lacunas”, analisa Radfahrer.

Ouça no link acima a íntegra da coluna Datacracia.

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.


  • 1
  •  
  •  
  •  
  •  

Textos relacionados