Conheça os diferentes cursos de pós-graduação da USP

A pós-graduação tem como objetivo formar profissionais mais especializados em sua área de atuação; qualificados para o ensino, pesquisas científicas e mercado profissional. É dividida em stricto sensu (sentido restrito), cujo foco é a área acadêmica e a produção de novos conhecimentos, compreende mestrado de doutorado, e lato sensu (sentido amplo), destinada ao mercado de trabalho, engloba especialização e cursos designados como MBAs. A USP oferece as duas modalidades para os que possuem diploma de graduação.

Os estudantes que optam pela modalidade stricto sensu podem obter diplomas em instituições distintas por meio da dupla-titulação, destinada aos que buscam complementar sua pesquisa no exterior.  Além disso, no ano passado, alguns programas de pós da Universidade adotaram o Graduate Record Examination (GRE). O exame internacional é utilizado como forma de admissão de estudantes brasileiros e estrangeiros.

É importante lembrar que a rotina da pós é exigente: são horas destinadas às leituras, visitas às bibliotecas, aulas, congressos, encontros com orientadores, ao desenvolvimento do trabalho acadêmico – dissertação, tese ou monografia – e, por vezes, viagens de pesquisa de campo. Por isso, enfrentar noites em claro pode ser comum para aqueles que precisam conciliar a pós com a carga horária imposta pelo mercado de trabalho.*

Assim, a escolha por esse caminho deve ser feita após planejamento. O estudante deve ter em mente as demandas da pós e analisar se estão de acordo com os seus objetivos. No site da Pró-Reitoria de Pós-Graduação (PRPG) da USP, há mais informações detalhadas sobre os processos de seleção e os cursos da Universidade.

Clique nas abas e saiba mais sobre o funcionamento da pós-graduação na USP

*texto produzido a partir dos relatos de Gabriela Rodrigues Pessoa, Francisco Andrade e Henrique Balbi, mestres formados pela USP.