Está solteiro? Participe da pesquisa que busca entender os motivos

Desenvolvido no Brasil, com participação da USP, e em outros países, estudo utiliza psicologia evolucionista para explicar “solteirice”

Solteiros e solteiras com mais de 18 anos podem responder um questionário on-line criado por pesquisadores que buscam entender por que uma porção considerável de pessoas não está em um relacionamento romântico. 

A participação é voluntária, ou seja, não há pagamento, mas quem participar estará ajudando a ciência a entender melhor os mecanismos psicológicos e ambientais associados com o bem-estar na atualidade.

+ Mais

Como a teoria evolucionista pode ajudar a entender a mente humana

O estudo é conduzido por uma colaboração de pesquisadores de diversos países. No Brasil, está representado pela professora Jaroslava Varella Valentova, do Instituto de Psicologia (IP) da USP. Participam ainda pesquisadores da Universidade de Nicosia (Chipre), Universidade de Aberystwyth (País de Gales), Universidade Tecnológica de Nanyang (Singapura) e Universidade de Trento (Itália).

O formulário leva de 15 a 20 minutos, aproximadamente, para ser respondido. Segundo os responsáveis, uma proporção considerável das pessoas que vivem em países ocidentais estão solteiras e a ideia é investigar os motivos, agrupá-los em categorias e avaliar sua importância. 

A pesquisa envolve uma área chamada psicologia evolucionista. É possível entender mais sobre o assunto no Manual de Psicologia Evolucionista, organizado pela professora Jaroslava e por Maria Emilia Yamamoto, da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), e na matéria produzida pelo Jornal da USP.

Mais informações: (11) 3091-1938, e-mail jaroslava@usp.br

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.