Você sabia que a USP tem um acelerador de partículas?

Equipamento está instalado na torre do Instituto de Física (IF), no campus Cidade Universitária, em São Paulo

Instituto de Física está localizado no campus Cidade Universitária, em São Paulo – Foto: Jorge Maruta/USP Imagens

Na imagem acima, temos uma vista aérea dos prédios do Instituto de Física (IF) da USP, no campus Cidade Universitária, em São Paulo. O nome da unidade se destaca nessa grande torre, mas você sabe o que tem dentro dela? Ali está o acelerador Pelletron, instalado o Laboratório Aberto de Física Nuclear (LAFN) do Departamento de Física Nuclear (DFN).

O equipamento é uma máquina eletrostática do tipo Tandem – em outras palavras, um gerador de eletricidade em alta tensão que aproveita o campo elétrico produzido em duas etapas – utilizada para pesquisas com íons pesados.

Embora sua existência possa ser desconhecida por parte da comunidade universitária, o acelerador de partículas é o motivo pelo qual foi construída a imensa torre do IF, em 1972. São 34,65 metros de altura, sendo que o equipamento ocupa três dos dez andares existentes.

Além de abrigar o acelerador, é no interior da torre onde ocorre todo o transporte dos feixes iônicos com os quais o LAFN trabalha, que vão do oitavo andar, saindo da fonte de íons, ao térreo, chegando nas canalizações da área experimental, cada uma dedicada a uma finalidade de pesquisa específica. Quer saber mais sobre o Pelletron? Assista ao vídeo:

.

.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.