Você e o Pesquisador: conversa com Marta Arretche

Pesquisadora do Centro de Estudos da Metrópole falará sobre a importância das ciências sociais para a elaboração de políticas públicas; evento começa às 11h no Canal USP do YouTube

Editorias: Universidade - URL Curta: jornal.usp.br/?p=345208

.
Como avaliar a eficácia e prever as possíveis consequências de uma determinada política pública para o bem-estar social? Esse é um dos principais objetivos do Centro de Estudos da Metrópole (CEM) da Universidade de São Paulo (USP), liderado nos últimos dez anos pela cientista social Marta Arretche, professora titular do Departamento de Ciência Política da USP e próxima convidada da série Você e o Pesquisador, que voltará ao ar nesta quarta-feira, 12 de agosto, com transmissão ao vivo pelo Canal USP do YouTube, das 11h às 12h, neste link: Você e o Pesquisador: Marta Arretche

O CEM é um ótimo exemplo de como as ciências humanas e sociais possuem aplicações práticas essenciais para a elaboração, implementação e avaliação de políticas públicas de qualidade. Em 20 anos de existência, o centro já produziu uma série de publicações, plataformas e aplicativos digitais voltados a essa finalidade, em áreas como educação, saúde, habitação e segurança. Por exemplo, um aplicativo que traz informações detalhadas e atualizadas sobre todas as escolas, públicas e privadas, da Região Metropolitana de São Paulo; e um mapeamento da precariedade habitacional das grandes cidades paulistanas, usado para compor o Plano Estadual de Habitação. Conheça outros produtos do centro neste link.

“As pessoas imaginam que para gerar um produto como esse você precisa ter conhecimento de computação. Isso também; mas o que você mais precisa, na verdade, é conhecimento sobre políticas públicas, sobre como elas funcionam, quais são os indicadores relevantes que precisam ser medidos e avaliados. Não se pode avaliar uma política pública por uma única dimensão”, explica Marta, que deixou a direção do CEM no mês passado, após uma década à frente do centro. “Fizemos muitas pesquisas sobre políticas de educação e saúde, e muito treinamento na área de tratamento estatístico de dados.”

Ela faz uma analogia com a área de nutrição: “Não adianta fazer um aplicativo para orientar as pessoas a se alimentarem melhor se você não entende de nutrição”, compara a professora. 

Marta destaca também o papel essencial das ciências sociais no enfrentamento do novo coronavírus, permitindo projetar os impactos socioeconômicos da pandemia, modelar a disseminação do vírus em diferentes paisagens urbanas e elaborar estratégias mais eficientes para conter essa disseminação entre diferentes estratos da população. “As ciências sociais deram um show na pandemia”, diz. “O projeto do Auxílio Emergencial foi feito com forte input das ciências sociais; e o Congresso respondeu rapidamente porque foi rapidamente informado pelas ciências sociais.”

A série Você e o Pesquisador é uma iniciativa da Pró-Reitoria de Pesquisa da USP, vinculada à exposição virtual Você e a USP – A Universidade de São Paulo sempre presente na sua vida, que busca, justamente, mostrar a contribuição e o impacto das pesquisas científicas produzidas pela USP para a sociedade brasileira ao longo dos anos.

Criado em 2000, o CEM é um dos Centros de Pesquisa, Inovação e Difusão (Cepids) da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp), sediado na USP e no Centro Brasileiro de Análise e Planejamento (Cebrap), com uma equipe multidisciplinar de pesquisadores, oriundos de diversas instituições, incluindo demógrafos, cientistas políticos, sociólogos, geógrafos, economistas e antropólogos.

.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.