Fotomontagem sobre fotos de Egida-USP e Marcos Santos/USP Imagens

Você conhece a USP e sabe quais serviços ela oferece à sociedade?

Universidade lança documento on-line que reúne informações sobre sua infraestrutura em diferentes cidades, que vai desde cursos a atendimento de saúde à população

19/10/2020

Hérika Dias

Para que todos possam conhecer melhor a Universidade, o que ela faz e o que oferece, a USP publicou, agora em outubro, sua Carta de Serviços. Um grande inventário on-line de todos os serviços que a Universidade presta para dois públicos: sua comunidade interna e comunidade externa.

São 259 páginas nas quais é possível entender a organização da Universidade, conferir os endereços de sites de cada centro de ensino, pesquisa e apoio, além de descobrir cursos, locais de atendimentos em saúde, opções de passeios culturais e científicos etc. O melhor de tudo: quase tudo que a USP oferece é gratuito.

Vahan Agopyan - Foto: Marcos Santos/USP Imagens
Vahan Agopyan - Foto: Marcos Santos/USP Imagens

No texto de apresentação da publicação, o reitor da USP, Vahan Agopyan, destaca que a Universidade sempre teve a transparência das suas atividades como uma obrigação para com a sociedade que a mantém.

Dentre as grandes universidades brasileiras, foi a primeira a preparar e divulgar um anuário estatístico e a realizar e difundir avaliações internas, ambos ainda na década de 80 do século passado. Mais recentemente, foi uma das pioneiras dentre as entidades públicas de ensino a manter um portal da transparência, que está sendo continuamente aprimorado. O lançamento desta Carta de Serviços vem complementar esse conjunto de ferramentas para a difusão das nossas ações.

Os professores Aluisio Cotrim Segurado e Maria das Graças Bomfim de Carvalho, responsáveis pelo Escritório de Gestão de Indicadores de Desempenho Acadêmico (Egida) e Ouvidoria da USP, respectivamente, coordenaram o trabalho de compilar as informações para a Carta de Serviços.

“Nenhuma das três universidades públicas paulistas tinham sua Carta de Serviços bem consolidada. O Cruesp [Conselho de Reitores das Universidades Estaduais Paulistas] pediu às três universidades para que se debruçassem sobre a composição da carta. E nós conseguimos concluir a nossa”, conta Segurado.

De acordo com o coordenador do Egida, a carta atende ao artigo 7º da Lei Nº 13.460 de 2017 que dispõe sobre participação, proteção e defesa dos direitos do usuário dos serviços públicos da administração pública.

Aluisio Cotrim Segurado e Maria das Graças Bomfim - Fotos: Egida-USP e Reprodução/CNPq

Afinal, o que a USP faz?

Foto: Egida-USP

A USP é uma universidade pública do Estado de São Paulo e com campi nas cidades de Bauru, Lorena, Piracicaba, Pirassununga, Ribeirão Preto, São Carlos e São Paulo.

Além dessas municípios, a Universidade possui centros de apoio e pesquisa em Anhembi, Anhumas, Araraquara, Itatinga, Itirapina, Itu, Piraju, Salesópolis, Santos, São Sebastião, Suzano, Valinhos e Ubatuba. Fora do Estado de São Paulo, há unidades em Rondônia e no Paraná.

Como toda universidade pública brasileira, a USP tem suas ações baseadas no ensino, pesquisa e extensão. Mas o que isso significa? Ela atua na formação de pessoas, ou seja, oferece cursos que permitam o aperfeiçoamento educacional em diferentes níveis: cursos de ensino superior, pós-graduação stricto sensu (mestrado e doutorado), pós-graduação lato sensu (especialização, MBAs), cursos on-line, entre outras opções.

Foto: 123rf

Outra vocação é a pesquisa. A Universidade é reconhecida no Brasil e no mundo por seus estudos em todas as áreas de conhecimento. Essas atividades são chamadas de científicas porque seguem métodos, procedimentos que permitam que sejam reproduzidas, analisadas e aperfeiçoadas por outros pesquisadores. É a partir da pesquisa que se desenvolvem novos medicamentos, técnicas de cirurgias, tecnologias, ou mesmo ações educacionais, políticas de saneamento público, entendimento da história de um lugar.

Mas é importante lembrar que as universidades e centros de pesquisa são os responsáveis por desenvolver os estudos, e esse conhecimento precisa de apoio para chegar à população. Por exemplo: a criação de uma vacina necessitará da indústria para produzi-la em quantidade suficiente e de estrutura governamental para sua distribuição.

Apesar da necessidade dessa intermediação que a Universidade precisa para amplificar suas descobertas científicas, não significa que ela não esteja próxima e acessível às pessoas. É principalmente com as atividades de extensão que ocorre esse contato. A USP é responsável por hospitais em São Paulo, Ribeirão Preto e Bauru. Eles são centros públicos e de referência no País. Nesses locais, alia-se a pesquisa com atendimento de saúde. E não só para humanos, animais também são tratados em hospitais específicos.

A Universidade também é parceira ou coordena parques de tecnologia e incubadoras. São espaços que apoiam pequenas empresas ou ideias de negócios a se desenvolverem. Há ainda museus, como o de Arte Contemporânea, em São Paulo, orquestras e tantos projetos e ações voltados para a comunidade que não é possível detalhar aqui, mas que a Carta de Serviços ajuda a encontrá-los.

Clique na imagem para conferir a publicação completa com os serviços oferecidos pela USP

O que você vai encontrar na Carta de Serviços:

A USP e seus campi

Canais de comunicação da USP com o cidadão

Restaurantes e bibliotecas universitárias

Escolas de educação básica e de arte dramática

Como entrar nos cursos de graduação e pós-graduação

Programas de permanência estudantil e auxílio social

Estágios e bolsas para estudantes

Centros e núcleos de pesquisa

Escritório Alumni para ex-alunos

Hospitais e centros de saúde da USP

Clínicas odontológicas e psicológicas

Teatro, coral, orquestra, cinema

Museus, coleções e livrarias

Centros de práticas esportivas

Fundações universitárias

Entidades de alunos, docentes e funcionários


.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.