Vídeo premiado na USP combate estereótipos e preconceitos sobre o Islam

Sálua Omais, aluna do Programa de Pós-Graduação em Psicologia da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras De Ribeirão Preto, venceu na categoria “Melhor Vídeo pelo Voto Popular” do Encontro de Pós-Graduação da USP

 Publicado: 08/11/2021
Por
Foto: Freepik

.
Vídeo sobre a relação entre o Islam e o bem-estar, desmistificando estereótipos e preconceitos que não refletem as práticas da religião, produzido pela aluna de doutorado da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto (FFCLRP) da USP, Sálua Omais, recebeu o prêmio
Melhor Vídeo pelo Voto Popular, no segundo Encontro de Pós-Graduação da USP, promovido pela Pró-Reitoria de Pós-Graduação (PRPG).

O segundo Encontro de Pós-Graduação da USP teve como tema Uma Sociedade em Transformação e, dentre mais de 150 vídeos, e o trabalho da Sálua, Felicidade, Religiosidade, Espiritualidade e Bem-Estar no Islam: uma análise do Alcorão sob as lentes da Psicologia Positiva e da Psicologia Islâmica, recebeu 802 votos, vencendo a categoria.

Por meio de uma análise comparativa dos elementos ligados à felicidade e bem-estar na Psicologia Positiva com os elementos citados no Alcorão, o trabalho tem o objetivo de compreender como o Islam, com seus ensinamentos, parábolas, metáforas e código de vida, pode influenciar e contribuir positivamente com aspectos relacionados a emoções, cognições e comportamentos. 

Através de investigações de citações do Alcorão, a pesquisadora investiga como a fé islâmica pode contribuir com o processo de resiliência diante de situações difíceis e adversidades, analisando também quais elementos incentivam a adoção de comportamentos e emoções positivas. 

Clique no player para conferir o vídeo:

.

+ Mais

Pesquisa sobre islamofobia no Brasil

O roteiro do vídeo é parte do trabalho de pesquisa do doutorado de Sálua no Programa de Pós-Graduação em Psicologia da FFCLRP, que ainda está em andamento e é orientado pelo professor Manoel Antonio dos Santos, mas os resultados obtidos “já demonstram que existem diferentes visões da felicidade pela perspectiva islâmica, como: a felicidade interior, que está ligada à conduta; a felicidade espiritual, ligada à prática espiritual; felicidade presente e futura; felicidade relacionada a comportamentos pró-sociais; e uma forte relação da espiritualidade com o tema da resiliência”. 

As conclusões parciais são de que, no Islam, religiosidade e espiritualidade estão conectadas aos mais diversos aspectos da vida, desde a relação com Deus até os comportamentos em sociedade. Além disso, a pesquisadora destaca o papel da religião na vida cotidiana dos indivíduos, com prescrições que estimulam comportamentos pró-sociais.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.