Iniciativa já atendeu mais de 30 mil pessoas em três opções de roteiros no campus Butantã: Vista Panorâmica, Acervo Cultural e Acervo Científico - Foto: Divulgação PRCEU/USP

USP retoma passeios culturais gratuitos e apresenta patrimônios e acervos à sociedade

Realizado há dez anos, o programa Giro Cultural USP tem o objetivo de divulgar o patrimônio arquitetônico, cultural e científico da Universidade

 16/05/2022 - Publicado há 1 mês  Atualizado: 30/05/2022 as 12:41

Redação

Conhecer a maior universidade da América Latina, sua história, museus, acervos culturais e científicos é o que propõe o programa Giro Cultural USP. Após um período de inatividade, devido à pandemia de covid-19, o programa criado em 2012 pela Pró-Reitoria de Cultura e Extensão Universitária (PRCEU) da USP retoma suas atividades com força total em 2022 e abre agendamentos para escolas e grupos com no mínimo 15 pessoas.

A iniciativa já atendeu mais de 30 mil pessoas em três opções de roteiros no campus Butantã: Vista Panorâmica, Acervo Cultural e Acervo Científico. Nos moldes dos passeios city sightseeing realizados nos mais importantes centros urbanos mundiais, o roteiro Vista Panorâmica busca situar e integrar o visitante ao campus Cidade Universitária, no Butantã. Acompanhados por mediadores durante o trajeto, os participantes conhecem um pouco sobre a história da criação da USP e recebem informações sobre as unidades de ensino, institutos e museus que compõem o campus.

Durante o percurso, os monitores destacam ainda a Torre do Relógio, as esculturas da artista Tomie Ohtake, o monumento em homenagem a Ramos de Azevedo – mais conhecido como Praça do Cavalo – e o monumento em homenagem a Armando de Salles Oliveira. A duração do passeio é de 1h30.

Visita ao Museu de Anatomia Veterinária da Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ) da USP - Foto: Marcos Santos / USP Imagens

O Giro Cultural desperta em muitos jovens a esperança e a motivação de estudar na USP, este é o caso de Luis Felipe de Souza Ferreira, 26. Formado em História pela Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH) da USP, foi monitor do mesmo programa que visitou em 2014, quando era estudante de escola pública na cidade de Cubatão.

“O Giro me acompanhou em toda a minha vida na Universidade. Me convenci a entrar na USP após ter feito um dos passeios e no meu primeiro ano entrei como monitor e fiquei por dois anos e meio”, revela. Para o historiador esta experiência trouxe muita bagagem. “Me ajudou a crescer muito como comunicador, possibilitou que eu trabalhasse com grupos das mais diversas origens, além de me fazer valorizar mais a universidade, tão importante para a ciência e a pesquisa brasileira. É uma experiência marcante que levarei comigo para o resto de minha vida”, exalta.

De visitante a estudante: Luis Felipe teve contato com a USP ao participar de um dos roteiros do Giro Cultural. Após passar no vestibular, se tornou monitor do mesmo programa que visitou em 2014 - Foto: arquivo pessoal

Ciência e cultura

Quem opta pelo roteiro Acervo Científico tem a possibilidade de conhecer um pouco do acervo, da pesquisa e da produção científica da USP em quatro museus da Universidade. O Museu Oceanográfico, o Museu de Anatomia Veterinária, o Museu de Geociências e o Museu de Anatomia Humana fazem parte do trajeto e os participantes recebem informações de monitores da USP especializados nas mais diversas áreas de atuação do instituto visitado. A duração do passeio é de 2h30 e os grupos escolhem três, dentre as quatro opções.

Os espaços de cultura do campus e um pouco da vasta produção da USP nessa área podem ser conhecidos pelo roteiro Acervo Cultural. Exposições, corais, cinema, grupos teatrais, orquestras e baterias universitárias são alguns dos tópicos apresentados. O roteiro, que também dura 2h30, tem pontos de parada na Biblioteca Brasiliana Guita e José Mindlin (BBM), no Museu de Arqueologia e Etnologia (MAE) da USP, no Museu da Educação e do Brinquedo e no Arquivo Geral da USP. Para este roteiro os grupos também optam por três, dentre as opções culturais disponíveis.

Para o professor Ricardo Ricci Uvinha, coordenador do programa, o retorno presencial do Giro Cultural USP pode trazer um novo olhar sobre a Universidade.

“Vejo com grande expectativa a retomada do programa, possibilitando aos participantes dos roteiros, planejados e desenvolvidos na Cidade Universitária, o contato presencial com a riqueza do patrimônio arquitetônico, artístico e cultural da Universidade de São Paulo”, destaca.

Ricardo Ricci Uvinha, coordenador do Giro Cultural USP - Foto: acervo pessoal

Com mais de 30 mil pessoas atendidas, os roteiros Vista Panorâmica, Acervo Cultural e Acervo Científico ocorrem de terça a sexta-feira no campus Butantã, em dois horários: 10h e 14h. Para agendar a visita os interessados precisam entrar em contato com o Giro Cultural de segunda a sexta-feira, das 9 às 17 horas, pelo telefone (11) 3091-1190 ou pelo e-mail girocultural@usp.br. Os passeios em 2022 recebem grupos com o mínimo de 15 e máximo de 40 pessoas.

Em maio e junho, a agenda do programa já está fechada para escolas. A agenda de julho em diante está aberta e é aconselhado o agendamento com pelo menos dois meses de antecedência - Fotos: Divulgação / PRCEU (esq.) e Cecília Bastos / USP Imagens (dir.)

Giro Cultural USP

O Giro Cultural está disponível com as opções de roteiro: Vista Panorâmica, Acervo Científico e Acervo Cultural. As visitas são gratuitas e realizadas por monitores treinados com conteúdo preparado por docentes da USP.

Estão abertas as inscrições para agendamento de grupos, de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h. Telefone: (11) 3091-1190. E-mail: girocultural@usp.br

Os passeios estão sujeitos a confirmação da equipe do Giro Cultural, que atende grupos de no mínimo 15 até 40 pessoas, no máximo. O ponto de encontro para os grupos é o Portão 10 do Centro de Práticas Esportivas da USP – Cepeusp, localizado na Avenida Mello Moraes, 661, Cidade Universitária – Butantã.

Saiba mais:

Site: www.prceu.usp.br/girocultural

Facebook: http://www.fb.com/giroculturalUSP

Instagram: http://www.instagram.com/giroculturalusp

Por Elcio Silva, PRCEU / USP