USP regulamenta o ciclismo esportivo na Cidade Universitária

Os ciclistas deverão ser identificados e respeitar os dias e horários para treinamento

[Sassy_Social_Share]

28/05/2019

Texto: Aline Naoe e Erika Yamamoto
Arte: Moisés Dorado

A Prefeitura do Campus da Capital, responsável pela gestão da Cidade Universitária Armando de Salles Oliveira, lançou o Manual de Prática de Ciclismo Esportivo, que estabelece as normas internas para a prática do esporte nas áreas comuns do campus.

A partir de agora, os ciclistas esportivos só poderão realizar treinos na Cidade Universitária às terças, quintas e sábados, das 4h30 às 6h30, e é proibida a prática do esporte na Rua do Matão. As medidas valem inclusive para esportistas que sejam alunos, funcionários ou docentes da Universidade.

Além de respeitar as regras comuns de trânsito, o ciclista esportivo também deve ficar atento à segurança dos demais usuários da via e utilizar apenas a pista da direita, deixando a esquerda livre para a circulação de veículos. Não é permitida a realização de treinos em grupos com mais de quatro ciclistas e nem competições entre ciclistas.

Regras para ciclismo esportivo na Cidade Universitária

Portar identificação como Ciclista Esportivo Cadastrado (CEC)

Respeitar os dias e horários permitidos (terça, quinta e sábado, das 4h30 às 6h30)

Manter-se sempre do lado direito da via

Respeitar as leis de trânsito

Possuir equipamentos de proteção individual

Dias e horários permitidos: terça, quinta e sábado, das 4h30 às 6h30

Não é permitido realizar

Competições de velocidade

Treinos em grupos com mais de 4 ciclistas

Campanhas publicitárias não vinculadas à USP

Montagem de tendas de apoio

Eventos não autorizados

Não é permitida a prática na Rua do Matão

De acordo com o prefeito do campus da Capital, Hermes Fajersztajn, “a USP incentiva a prática de esportes e a interação com a comunidade, mas temos que garantir a segurança dos alunos, funcionários, pesquisadores e docentes que transitam pela Cidade Universitária”.

Fajersztajn também esclarece que a restrição de horários é apenas para o ciclista esportivo, ou seja, não atinge as pessoas que utilizam as bicicletas como meio de locomoção. “É importante ressaltar que a utilização de bicicletas como meio de transporte tem se tornado uma opção cada vez mais importante, e estamos estudando a ampliação das ciclovias no campus”, explica.

Foto: Cecília Bastos / USP Imagens

Foto: Cecília Bastos / USP Imagens

Ciclista Esportivo Cadastrado

Os interessados devem se cadastrar no site da Prefeitura do Campus da Capital para obter gratuitamente a identificação de Ciclista Esportivo Cadastrado (CEC). A identificação deverá ser impressa e afixada na bicicleta e no capacete do usuário. O CEC tem validade de um ano e pode ser renovado por igual período.

Para obter o CEC (Ciclistas Esportivos Cadastrados)

Preencher o cadastro no site da Prefeitura do Campus da Capital

Imprimir a identificação

Fixar a identificação no capacete e na bicicleta

Validade CEC de um ano, com possibilidade de renovação

A fiscalização do cumprimento das regras ficará a cargo da Superintendência de Segurança, que poderá interromper a circulação de ciclistas esportivos para verificar a regularidade do CEC e orientar os esportistas.

Regras para ciclismo esportivo no campus buscam reduzir conflitos

Ações conciliam as demandas da comunidade USP com a prática esportiva na Cidade Universitária

Uma cidade dentro da cidade: na zona oeste da capital paulista, uma área de mais de 3 milhões de metros quadrados tem prefeitura própria, longas avenidas, áreas verdes, linhas de ônibus e circulação diária de aproximadamente 100 mil pessoas. É a Cidade Universitária, onde estão reunidas 23 das 42 unidades da USP, além de todos os seus órgãos centrais.

O espaço é frequentado, principalmente, por alunos, professores e funcionários, mas atrai também pessoas de fora da Universidade, caso dos ciclistas esportivos. Com poucas opções de lugar para treinar na cidade, eles frequentam as ruas do campus, que tem 60 km de malha viária. A convivência com a comunidade universitária, no entanto, nem sempre é harmoniosa.

Há muitos anos a Prefeitura do Campus USP da Capital vem recebendo denúncias em relação ao comportamento dos ciclistas e tomando medidas para melhorar a segurança de todos. Circulação fora dos horários e locais estabelecidos e desrespeito às regras básicas de trânsito estão entre as principais queixas. “As reclamações chegam quase diariamente, por isso a importância de disciplinar o uso deste espaço”, afirma o prefeito do campus da capital, Hermes Fajersztajn.

O prefeito do campus da USP na capital, Hermes Fajersztajn - Foto: Cecília Bastos

Segundo a Superintendência de Prevenção e Proteção Universitária da USP, em 2018 houve 13 ocorrências no campus envolvendo a prática de ciclismo, entre quedas, colisões, atropelamentos e discussões. O número é referente apenas a situações registradas junto à Guarda Universitária. Em 2019, houve ainda um caso de agressão. Na Ouvidoria da USP, apenas nos primeiros cinco meses deste ano, foram recebidas 29 reclamações envolvendo os ciclistas.

Além da criação do Manual de Prática de Ciclismo Esportivo, que estabelece as normas internas para o esporte nas áreas comuns do campus, a Universidade também criou uma campanha educativa. A partir desta terça-feira, 28 de maio, os frequentadores do campus verão alertas sobre respeito às regras de trânsito em relógios, painéis e suportes diversos.

Todas essas ações foram pensadas no âmbito do Conselho Gestor, que tem entre seus membros, além do prefeito do campus, diretores de unidades, institutos e museus, superintendentes e representantes de alunos e funcionários.

Segundo Fajersztajn, o objetivo não é coibir a presença dos ciclistas esportivos, mas garantir a segurança de toda a comunidade e reduzir os conflitos com pedestres e motoristas.

Além de difundir o manual entre os ciclistas esportivos, a Prefeitura do Campus planeja criar um site específico com informações sobre a prática no campus.

Fotos: Cecília Bastos / USP Imagens | José Caragol via Visual Hunt / CC BY-NC-ND | Ícones / monkik via flaticon / CC 3.0 BY
[Sassy_Social_Share]


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.