USP recruta voluntários para tratamento de pés diabéticos

Programa de exercícios da Faculdade de Medicina tenta reverter quadros de neuropatia

Por - Editorias: Universidade - URL Curta: jornal.usp.br/?p=152040
  • 5
  •  
  •  
  •  
  •  
Devido ao estreitamento das artérias, o diabete afeta a circulação, dificultando a oxigenação e a nutrição dos tecidos – Foto: Robson Fernandjes / Fotos Públicas

.
O Laboratório de Biomecânica do Movimento e Postura Humana (LaBiMPH) da Faculdade de Medicina da USP (FMUSP) recruta voluntários para um programa de exercícios de pés diabéticos. O objetivo é combater e até reverter o quadro, que tem como característica a sensibilidade e perda de força muscular, podendo acarretar em úlceras na planta dos pés.

O programa oferece uma avaliação da saúde dos pés dos voluntários, que posteriormente serão divididos em dois grupos de intervenção e controle: um para treinamento e outro para o acompanhamento da saúde e condição dos pés.

O treinamento tem duração de seis semanas e será realizado no Centro de Saúde Escola Barra Funda Dr. Alexandre Vranjac (CSEBFAV), em São Paulo, com acompanhamento terapêutico na UBS da Barra Funda, e, além disso, os pacientes serão submetidos a avaliações no Departamento de Fonoaudiologia, Fisioterapia e Terapia Ocupacional (Fofito) da FMUSP na Cidade Universitária.

Além do diagnóstico de diabete, os candidatos devem ter as seguintes características:

  • Ter entre 18 e 75 anos
  • Não ter tido amputação nos pés
  • Não ter feito cirurgias nas pernas recentemente
  • Não fazer fisioterapia durante o estudo
  • Ter acesso a computador/celular com internet

As inscrições podem ser realizadas a partir deste formulário.

Com informações do Laboratório de Biomecânica do Movimento e Postura Humana

Mais informações: (11) 3091-8426 / 99616-6092 ou e-mail rctdiabetes@gmail.com

  • 5
  •  
  •  
  •  
  •  

Textos relacionados