USP recebe sua geração mais diversa de calourxs

A previsão é de que a Universidade registre, em 2019, 40% de seus ingressantes vindos de escolas públicas

 19/02/2019 - Publicado há 3 anos
Por

.

.
Cores, brilhos, sorrisos e diversidade. A USP se preparou para receber seus novos estudantes com tinta, purpurina e conscientização de que a Universidade não é lugar para violência e abusos, mas um espaço para todos. Em 2019, a instituição avançou mais um degrau na inserção de jovens de diferentes classes sociais. A previsão é de que 40% dos seus ingressantes venham do ensino público. Os números serão confirmados após o fim das listas de chamadas da Fuvest e do Sisu em março.

Jornal da USP acompanhou nesta segunda-feira, 18 de fevereiro, o primeiro dia de recepção de estudantes no campus Cidade Universitária, em São Paulo. Durante a manhã, as unidades de ensino realizaram palestras de apresentação dos cursos e da Universidade. No período da tarde, foi a vez da confraternização entre universitários. As atividades seguem até o dia 22, além da capital, há programação nos campi de Ribeirão Preto, São Carlos, Piracicaba, Pirassununga, Bauru, Lorena e Santos. Confira as imagens da fotógrafa Cecília Bastos:

.

..
.

.

Estudantes da Escola de Comunicações e Artes (ECA), representados por Ana Luiza e Giovane, chegaram ao prédio da unidade com a felicidade de quem conquista um sonho – Foto: Cecília Bastos/USP Imagens

.

Veteranos e calouros do curso de Artes Cênicas escolheram personagens para o primeiro dia de recepção. Os temas variavam de Romero Brito a 101 Dálmatas – Foto: Cecília Bastos/USP Imagens

.

O futuro do jornalismo de Jataí, cidade média do interior de Goiás, está garantido com a aprovação de João Mello. A responsável por recebê-lo foi Caroline Peralta – Foto: Cecília Bastos/USP Imagens

.

Nairim Bernado, ingressante da USP no curso de Jornalismo em 2014, mostrou seu lado artístico, agora ao entrar no curso de Artes Cênicas, já interpretando uma abelha – Foto: Cecília Bastos/USP Imagem

.

Gabriel Licastro (calouro da FAU) e Júlia Ramos, veterana do Instituto de Química (IQ), batiam um papo à frente da provocativa faixa da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo. Embora seja de Guarulhos, ele escolheu enfrentar três horas de transporte para estudar na USP – Foto: Cecília Bastos/USP Imagens

.

Pedro Schuetana, cujo pai é um imigrante moçambicano, participou da recepção no Instituto de Psicologia (IP). Formado pela Etesp da Vila Leopoldina, ele superou a disputa por uma vaga no quarto curso mais concorrido do vestibular da USP, organizado pela Fuvest – Foto: Cecília Bastos/USP Imagem

.

Na FEA, Serena e Laís eram recebidas no festival de hambúrguer do time de beisebol da unidade. A organização é para a integração de ingressantes na Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade – Foto: Cecília Bastos/USP Imagens

.

Calouros eram recebidos com livros no curso de Geografia. Os professores fizeram doações ao centro de estudos de estudantes – Foto: Cecília Bastos/USP Imagens

.

Luana Cortiz, caloura do curso de Ciências Sociais, da FFLCH, passeava pelo prédio da História e Geografia. Depois de fazer o cursinho da Escola Politécnica (Poli), falou de seu ânimo ao conhecer seus veteranos – Fotos: Cecília Bastos/USP Imagens

.

Os ingressantes do curso de Letras Bruna Dourado, Manuella Kfouri, Marcela Sarro, Ana Maria Mendes, Giovanna Freitas Missura e Davi Vilela divertiram-se no futebol de sabão. Cada tombo era uma nova gargalhada – Foto: Cecília Bastos/USP Imagens

.

Eles saíram da Universidade com um novo horizonte. Cada um com seu estilo, e adotando a sua melhor cor – Foto: Cecília Bastos/USP Imagens

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.