USP pesquisa controle de hipertensão com treinamento de força

Serão dez semanas de treinamento, com horários flexíveis e acompanhamento através de exames

jorusp

Parceria entre a Escola de Educação Física e Esporte (EEFE) da USP e o Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP (HCFMUSP) está recrutando voluntários para participarem de uma pesquisa sobre hipertensão arterial. O trabalho demonstra os efeitos do treinamento de força para melhoria e controle da pressão arterial. 

“Aproximadamente um terço da população brasileira acima de 18 anos é diagnosticada com hipertensão. Tendo como principal a via medicamentosa, há também outras estratégias, como controle alimentar e a prática de exercícios”, explica Julio Sousa, aluno de doutorado e pesquisador do Laboratório de Hemodinâmica da EEFE, em entrevista ao Jornal da USP no Ar.

hipertensao-arterial-na-meia-idade-problemas-cognitivos-no-futuro/

Diversos estudos já observaram que realizar exercícios aeróbicos como caminhada, corrida e bicicleta possuem um efeito positivo na redução da pressão de hipertensos. “Em conjunto, diretrizes atuais sugerem, de maneira complementar, a inclusão de exercícios resistidos como, por exemplo, treinamento de musculação. A recomendação se dá não só pelos efeitos na pressão, mas porque eles promovem alterações positivas na parte muscular, musculoesquelética e óssea”, afirma o pesquisador.

Uma outra estratégia que está sendo observada é quanto aos exercícios de hand grip, ou seja, de pressão manual. Um exemplo de aplicação desse exercício é a força que se faz ao apertar uma bola de tênis por alguns minutos. Segundo Sousa, os efeitos ainda são restritos em relação à pressão, contudo, se houver a associação do treinamento muscular e dos exercícios de hand grip, é possível potencializar a redução da pressão. “A combinação dessas duas modalidades de exercícios é a novidade do nosso estudo.”

Os treinamentos são realizados dentro da EEFE, na Cidade Universitária, e as consultas médicas, no HC. Os voluntários são homens de 30 a 65 anos com diagnóstico de hipertensão arterial e medicados, que não pratiquem atividade física regular e não sejam obesos (IMC até 35). Os interessados em participar da pesquisa devem enviar mensagem para julio.sousa@usp.br e rafael.fecchio@usp.br, ou entrar em contato com o Laboratório de Hemodinâmica, no 3091-8792.

Ouça a entrevista completa no player acima.


Jornal da USP no Ar 
Jornal da USP no Ar é uma parceria da Rádio USP, Faculdade de Medicina e Instituto de Estudos Avançados. Busca aprofundar temas da atualidade de maior repercussão, além de apresentar pesquisas, grupos de estudos e especialistas da Universidade de São Paulo.
No ar de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 9h30, com apresentação de Roxane Ré.
Você pode sintonizar a Rádio USP em São Paulo FM 93.7, em Ribeirão Preto FM 107.9, pela internet em www.jornal.usp.br ou pelo aplicativo no celular.

.

.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.