USP em Ribeirão Preto cria comissão para prevenir violência no campus

Objetivo da comissão é prevenir ações de discriminação, assédio e violência contra mulheres e gêneros no campus

Editorias: Universidade - URL Curta: jornal.usp.br/?p=35199
Foto: Wikipédia
Entrada principal da USP, Campus Ribeirão Preto – Foto: Anderson Bueno Pereira via Wikimedia Commons

O Conselho Gestor do campus da USP em Ribeirão Preto acaba de criar uma comissão para apurar denúncias de discriminação, assédio e violência contra mulheres e gêneros.

Os membros da comissão são responsáveis pelo encaminhamento aos órgãos competentes caso ocorram denúncias desse tipo. Devem, ainda, orientar as vítimas sobre os diversos tipos de atendimentos que poderão procurar para viabilizar a defesa de seus direitos.

A comissão é composta de professores representantes de cada unidade de ensino, representante dos funcionários e dos alunos de graduação e de pós-graduação do campus.

A presidente da comissão é a professora Maria Paula Panúncio Pinto, do Departamento de Neurociências e Ciências do Comportamento da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP). Na vice-presidência está a professora Fabiana Cristina Severi, do Departamento de Direito Público da Faculdade de Direito de Ribeirão Preto (FDRP).

Com informações do Serviço de Comunicação Social do Campus USP de Ribeirão Preto

Mais informações (16) 3315- 3500

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.