USP auxiliará na gestão de escolas municipais de Lorena

Convênio com a prefeitura da cidade prevê a colaboração da Escola de Engenharia de Lorena durante dez anos

Secretário de Educação do município, Júlio Brebal, o vice-diretor da EEL, Amilton dos Santos, e o coordenador do projeto, Carlos Alberto, no evento de celebração do acordo – Foto: Prefeitura de Lorena

.

Nos próximos dez anos, a Escola de Engenharia de Lorena (EEL) da USP contribuirá com a gestão escolar das unidades administradas pela prefeitura da cidade, localizada no interior de São Paulo. O acordo é para fazer ajustes que tragam melhorias desde a educação infantil até o 9º ano do ensino fundamental. 

A ideia é ter uma interferência mais direta da Universidade na qualidade do ensino público. E para alcançar o objetivo, será avaliada a alfabetização dos estudantes, disponibilização de curso de formação continuada para professores, construção de projetos e workshops, nos quais todos os participantes poderão apresentar seus resultados. Haverá ainda a colaboração de uma equipe de pesquisadores de outras instituições de ensino superior – Unesp, ITA, Unifatea, Unitau e Unisal.

Antes de partirem para a prática, neste ano, os profissionais envolvidos – gestores, professores e pesquisadores – realizarão  15 reuniões. A proposta é compreender quais os melhores caminhos que possam ser traçados para cada escola, levando em consideração as características e contextos que cada uma delas tem.  

Coordenador do projeto e prefeito do campus da USP, em Lorena, professor Carlos Alberto Moreira dos Santos – Foto: Prefeitura de Lorena

Segundo o coordenador do projeto e professor da EEL, Carlos Alberto Moreira dos Santos, agir na gestão é um dos pilares da parceria. “Queremos dar autonomia didática, financeira e administrativa ao gestor.”

Santos afirma que é necessário descentralizar a gestão educacional para os responsáveis de cada unidade educacional. “Pensamos no modelo das três universidades públicas paulistas [USP, Unesp e Unicamp]. São autônomas, descentralizadas e seus gestores têm autonomia.”

A parceria com a USP foi motivada pelos resultados do último Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb) realizados pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) do Ministério da Educação (MEC). De cada dez alunos que terminam o ensino médio, apenas três adquirem conhecimentos essenciais.

Na visão do coordenador do projeto, esse problema no ensino médio tem que ser tratado desde cedo, ainda no ensino fundamental. “Não tem como atuar na melhoria do ensino se não começarmos pela base. Por isso o projeto tem a expectativa de duração de dez anos. Para que essas mudanças não aconteçam de forma brusca, mas sim, gradativamente, consistentemente e com calma. O que faremos agora é um programa mais cuidadoso e suprapartidário. Ele tem que se manter independente de questões políticas do município.”

A USP, em Lorena, vem se aproximando das escolas da cidade desde 2005, quando houve a primeira Olimpíada de Física de Lorena. A competição ampliou-se, mais tarde tomou a forma do Movimento Com Ciências e atraiu os olhares de centenas de estudantes da região para as competições de ciências exatas e biológicas. Essa aproximação possibilitou os jovens conhecerem melhor a Universidade.

“Muitos deles que participaram dessas ações ingressaram na USP e outras instituições de ensino superior e até já se formaram”, destaca o professor da EEL. Em 2011, a Escola de Engenharia de Lorena criou o curso de pós-graduação em Projetos Educacionais de Ciências. O curso dá subsídios aos professores da região para desenvolverem projetos educacionais embasados em metodologias ativas, novas tecnologias e formas inovadoras de ensinar que estejam conectadas ao mundo contemporâneo dos jovens.

.

Prédio da EEL, onde já se realizavam atividades de integração com as escolas da região – Foto: Assessoria Prefeitura Campus de Lorena

.

USP Municípios

A parceria abrange a proposta do projeto USP Municípios. Lançado em 2016, o programa busca desenvolver melhorias em cidades através de atividades de extensão e projetos em prol da sociedade local.

Entre os objetivos da ação estão a promoção de estudos, pesquisas, aplicação e atividades de docência da USP relativas às políticas públicas municipais, visando à cooperação, à transferência de tecnologia e à inovação e contribuir para o fortalecimento das relações institucionais da USP com as prefeituras, autarquias, empresas municipais e câmaras municipais.

Com informações da Assessoria de Comunicação da Prefeitura do Campus de Lorena

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.