USP abre processo seletivo para pós-graduação na área de anomalias craniofaciais

Processo seletivo para mestrado e doutorado será realizado on-line com prova dissertativa e discussão e análise curricular; inscrições vão até o dia 19 de fevereiro

Pós-graduação aborda fissuras orofaciais e anomalias relacionadas – Foto: Adauto Nascimento / Acervo HRAC-USP

.

Único no País e no mundo em sua área de concentração, o Programa de Pós-Graduação em Ciências da Reabilitação do Hospital de Reabilitação de Anomalias Craniofaciais (HRAC/Centrinho) da USP, em Bauru, está com inscrições abertas para mestrado (11 vagas) e doutorado (7 vagas) na área de concentração em Fissuras Orofaciais e Anomalias Relacionadas.

Os cursos são gratuitos e os candidatos devem fazer o cadastro por meio de formulário eletrônico, disponível neste link, até as 17h do dia 19 de fevereiro. Não será cobrada taxa de inscrição para o processo seletivo que será realizado no formato on-line, nos dias 8 e 9 de abril. A seleção será composta de prova específica dissertativa e discussão e análise curricular, por meio de plataformas a distância.

Os candidatos devem ter formação superior compatível com as linhas de pesquisa do programa; disponibilidade de dedicação às atividades de pesquisa e disciplinas do curso – que poderão ser programadas nos períodos da manhã, tarde ou noite –, incluindo atividades ambulatoriais ou assistenciais no HRAC-USP; proficiência em língua inglesa; além de artigo aceito para publicação ou publicado em periódico nos últimos cinco anos (para candidatos ao doutorado).

As aulas terão início em 21 de abril e as disciplinas, que normalmente são presenciais, poderão ser oferecidas no formato on-line se houver restrições devido à pandemia de covid-19.

O edital completo, formulário de inscrição, súmula curricular e relação de orientadores estão disponíveis aqui no site do programa. Mais informações podem ser obtidas pelo e-mail secpghrac@usp.br, com o assunto “Dúvidas processo seletivo”.

Nível de excelência

O Programa de Pós-Graduação em Ciências da Reabilitação do HRAC-USP é oferecido desde 1998 e tem nota cinco da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), que representa nível de excelência em itens como formação dos mestrandos e doutorandos, qualificação do corpo docente, pesquisa, produção científica e captação de fomento.

O objetivo do programa é formar recursos humanos altamente qualificados, capazes de atuar com liderança na docência e na pesquisa, e de contribuir com a geração de novos conhecimentos.

Pioneiro no País e reconhecido como Hospital de Ensino pelos Ministérios da Saúde e da Educação, o HRAC-USP é referência no tratamento e pesquisa das anomalias craniofaciais, síndromes associadas e deficiências auditivas. Registra mais de 120 mil pacientes já atendidos (sendo 53 mil ativos), de todo o Brasil, e já formou cerca de 1.600 mestres, doutores, especialistas e outros profissionais, inclusive do exterior.

.

Com informações de Tiago Rodella, Assessoria de Imprensa do HRAC

 


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.