Sob a luz e o som de Marisa Monte, público é destaque na festa dos 90 anos da USP

Com um público estimado em cerca de 55 mil pessoas, a Praça do Relógio, no campus da USP em São Paulo, foi palco para a celebração do aniversário da Universidade

 Publicado: 24/06/2024     Atualizado: 28/06/2024 as 20:37

Texto: Leila Kiyomura

Público no show de Marisa Monte na Praça do Relógio - Foto: Cecília Bastos/USP Imagens

Deixa eu dizer que te amo
Deixa eu pensar em você
Isso me acalma, me acolhe a alma
Isso me ajuda a viver

Esta foi a canção mais bonita e sincera que a USP poderia receber em seus 90 anos desafiando o tempo e caminhando nas horas. Quando milhares de pessoas se reuniram na Praça do Relógio para fazer coro com Marisa Monte, sob o sol de inverno do último sábado, cresceu a certeza de que a USP é de todos e para todos. A estimativa da Prefeitura do Campus USP da Capital é de que cerca de 55 mil pessoas estiveram no local para acompanhar o show.

De vestido branco, cabelos encaracolados compridos e sorrindo sempre, Marisa agradeceu a oportunidade de estar na festa junto à Orquestra Sinfônica da USP (Osusp) regida por André Bachur. E com o compromisso de embaixadora do programa USP Diversa destacou: “Ė uma honra participar de um projeto para abrir a oportunidade para mais alunos cotistas na Universidade”. E lembrou a importância da diversidade, da arte-educação, da coletividade entre os aplausos do público.

Com a sua voz suave e potente, seu jeito elegante e firme de se expressar, Marisa emocionou a todos. E ficou emocionada também com a solidariedade e carinho da plateia. Viu os pacotes de alimentos não perecíveis, cobertores e agasalhos passando de mão em mão entre as pessoas para serem doados para a Central Única das Favelas (Cufa). Observou com orgulho: “Até agora conseguimos 10 toneladas de alimentos. Obrigada, muito obrigada… e vamos continuar. Mais uma música?”.

Cantora Marisa Monte e a Orquestra Sinfônica da USP - Foto: Marcos Santos/USP Imagens

Foto: Marcos Santos/USP Imagens

Público presente no show na Praça do Relógio - Fotos: Atílio Avancini

Arnaldo Antunes: surpresa e presente para todos

Marisa cantou mais uma canção, duas, três… E todos os fãs seguiram com a sua banda e a Osusp. De Magamalabares, na abertura do show, a plateia vibrou acompanhando o repertório. E nāo faltaram crianças sabendo de cor as letras, cantando animadas e fotografando com celulares: “Eu adoro a Marisa Monte. Aprendi a ouvir e cantar com a minha mãe. É a primeira vez que venho em uma festa na USP. Mas é aqui que irei estudar, como meus pais”, disse Ana Luiza Martins, 9 anos. “Olha, essa aqui é minha prima. Nós vamos vir juntas estudar na USP… ”

Para todos, uma grande surpresa. Marisa cantava: 

Amor I love you
Amor I love you
Amor I love you
Amor I love you

E sem ninguém esperar, a voz grave do cantor, poeta e compositor Arnaldo Antunes ecoa ao entrar devagar no palco. Todos surpresos aplaudem, gritam… E Antunes declama, na canção de Marisa e Carlinhos Brown, um trecho do livro O primo Basílio, de Eça de Queirós:

Tinha suspirado

Tinha beijado o papel devotamente!
Era a primeira vez que lhe escreviam
Aquelas sentimentalidades

E o seu orgulho dilatava-se
Ao calor amoroso que saía delas
Como um corpo ressequido
Que se estira num banho tépido

Sentia um acréscimo de estima por si mesma
E parecia-lhe que entrava
Enfim, numa existência
Superiormente interessante

Onde cada hora tinha o seu encanto diferente
Cada passo conduzia a um êxtase
E a alma se cobria
De um luxo radioso de sensações!

Participação de Arnaldo Antunes foi uma surpresa no show - Foto: Marcos Santos/USP Imagens

Visão aérea do público no show deste sábado - Foto: Cecília Bastos/USP Imagens

Marisa Monte e André Bachur, regente da Osusp - Foto: Atílio Avancini

Marisa continua a canção:

Amor I love you
Amor I love you
Amor I love you
Amor I love you

Arnaldo Antunes sai, mas todos pedem: “Volta, volta…”. O poeta volta para um abraço… Quando o show termina, Marisa sai devagar e deixa a plateia cantando e comemorando os 90 anos. Uma festa que não termina. Duas bailarinas e acrobatas dançam no ar penduradas na Torre do Relógio. Um desafio simbólico para os 90 Anos da USP. E a população hesita em ir embora. Muitos continuam vivendo a festa conversando no gramado. 

A USP é de todos…

.

Para conhecer o Programa USP Diversa, que tem a cantora Marisa Monte como embaixadora, clique aqui.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.