Paulo Artaxo, Lygia da Veiga e Vanderlei Bagnato protagonizam série sobre cientistas do Brasil. Assista aos episódios no Canal USP

Série de vídeos exibe pesquisas científicas brasileiras de relevância internacional

'Cientistas Brasileiros Entre os Melhores' apresenta descobertas de 13 pesquisadores, entre eles Paulo Artaxo, Lygia da Veiga e Vanderlei Bagnato, da USP; assista aos episódios

 Publicado: 22/11/2021

Tabita Said

Motivados por um desejo inabalável de contribuir com a qualidade de vida da sociedade, cientistas muitas vezes se vêem à deriva em um mar de tecnocracia e descaso. Os desafios são inúmeros: desde os entraves para obter financiamentos até a desvalorização de sua atividade nos centros de pesquisa e universidades, já chamadas de ‘balbúrdias’.

Embora a pandemia de covid-19 tenha elevado a ciência brasileira a um papel de protagonismo na busca por soluções para a pior crise sanitária dos últimos cem anos, também evidenciou a necessidade de recursos e tempo para a colheita dos benefícios conquistados com o progresso científico. E tempo de estrada é algo que têm de sobra os  protagonistas da série Cientistas Brasileiros Entre os Melhores.

Estreada em 2020, a série de vídeos apresenta uma fusão de ficção, realidade e animação para dar visibilidade à atuação de ponta da ciência brasileira. São 13 episódios de 26 minutos com a presença dos maiores cientistas do País, cujas pesquisas e descobertas receberam reconhecimento internacional e são caracterizadas por terem grande aplicabilidade no cotidiano Entre eles, estão os físicos Paulo Artaxo, Vanderlei Bagnato e a geneticista Lygia da Veiga Pereira, todos da USP.

A série já foi ao ar pela TV Cultura e TV Brasil. Agora, a equipe responsável pelo docudrama disponibilizou com exclusividade para o Jornal da USP os episódios que contam a trajetória dos cientistas da USP, destacando sua dedicação na produção intelectual brasileira. Clique no player para conhecer os cientistas da USP que estão entre os melhores:

Reproduzir vídeo

O episódio mostra o trabalho do professor Paulo Artaxo no Instituto de Física (IF) da USP, um dos cientistas mais respeitados do país, que estuda os impactos das mudanças do clima na Floresta Amazônica. Por seu trabalho no Painel Intergovernamental de Mudanças Climáticas (IPCC) das Nações Unidas (ONU), órgão científico que integra desde 2003, Paulo Artaxo fez parte da equipe vencedora do Prêmio Nobel da Paz em 2007.

Reproduzir vídeo

O episódio acompanha a geneticista Lygia da Veiga, que trabalha no Departamento de Genética e Biologia Evolutiva do Instituto de Biociências (IB) da USP. No destaque do episódio estão suas pesquisas com células-tronco embrionárias. A professora também coordena o projeto DNA do Brasil, que vai identificar as principais características genéticas dos brasileiros.

Reproduzir vídeo

O trabalho do físico atômico e professor do Instituto de Física de São Carlos (IFSC) da USP, Vanderlei Bagnato é o tema do episódio. Bagnato criou tecnologias inovadoras e acessíveis para saúde, por meio da fotodinâmica. Entre elas, um dispositivo para o diagnóstico e tratamento óptico do câncer de pele, não melanoma, com resultados promissores, principalmente na eliminação de tumores iniciais.

A primeira temporada completa, contendo 13 episódios, está disponível na plataforma Looke, mediante assinatura. Cada episódio mostra um cientista brasileiro cujas descobertas, pesquisas ou patentes tiveram reconhecimento internacional. Diversas áreas são abordadas, a fim de apresentar ao público a força e a atuação do Brasil para o desenvolvimento científico e tecnológico mundial.

“A série surgiu da necessidade de divulgar o imprescindível trabalho que os cientistas brasileiros vêm desenvolvendo. Optamos por uma linguagem híbrida, que une narrativas e imagens desses ilustres cientistas com situações ficcionais do cotidiano para entregar uma programa que fala com todos os públicos, de todas as classes e de todas as faixas etárias”, conta Claudia Santos, autora da série de vídeos que descobriu no exterior a enorme quantidade de cientistas brasileiros desenvolvendo pesquisas inovadoras fora do País. Claudia trabalhou no Fundraising Department, responsável por buscar formas de financiar as pesquisas feitas na Cornell University. “Hoje, o endowment da universidade está em 10 bilhões de dólares. Esse dinheiro foi levantado através deste fundo, e continua crescendo”, afirma.

221121-cientistas-brasileiros_serie_Claudia Santos

"Os brasileiros gostam de assistir séries sobre ciência", diz Claudia Santos, criadora do docudrama. Foto: Arquivo pessoal.

Além dos pesquisadores da USP, a produção mostra o trabalho de Rochel Lago (UFMG-MG), Humberto Corrêa (UFMG-MG), Ricardo Gazzinelli (UFMG-MG e Fiocruz-RJ), Frederico Garcia (UFMG-MG), Sérgio Pena (UFMG-MG), Ado Jório (UFMG-MG), Sidarta Ribeiro (IC-UFRN), Renato Lima (UFMG-MG), Maria José Campagnole (UFMG-MG) e Elza Melo (UFMG-MG).

Cientistas Brasileiros Entre os Melhores é dirigida por Silvia Godinho e Guilherme Fiuza Zenha, e tem como roteirista chefe Pamela Bausher. A série concorre ao Grande Prêmio de Cinema Brasileiro 2021 na categoria Melhor Série Documentário para a TV Paga, ao lado de grandes produções como “Amarelo Prisma” (GNT) e “Anitta: Made in Honório” (Netflix). A premiação acontecerá no dia 28 de novembro.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.