Semana da Educação da USP aborda a diversidade e o papel social das escolas

Promovido pela Faculdade de Educação da USP, evento será gratuito e inteiramente transmitido pelo YouTube entre os dias 27 de setembro e 1º de outubro

 Publicado: 27/09/2021
Por
Foto: Reprodução / Site da Semana da Educação

 

Teve início nesta segunda-feira, dia 27, a quinta edição da Semana da Educação (#SE2021), promovida pela Faculdade de Educação (FE) da USP. Com o tema Pontes Abertas: diálogos entre a escola e a comunidade – os diversos caminhos da educação, o evento terá duração de cinco dias e contará com palestras, minicursos, oficinas e mesas de conversa.

Em decorrência da pandemia, todas as atividades acontecerão de forma virtual, com transmissão pelo YouTube da Semana da Educação. Não é preciso fazer inscrição para assistir às palestras. Os participantes ainda poderão receber um certificado ao final do evento.

As palestras devem discutir assuntos como o capacitismo nas escolas, a educação no campo, nas prisões, em territórios indígenas e quilombolas, dentre outros temas. Os minicursos e as oficinas trazem temas como a aprendizagem com recursos interativos, o riso e o bom humor em sala de aula e Linguagem Brasileira de Sinais (Libras). Confira a programação completa que estará disponível mesmo após o término do evento:

Programação da Semana da Educação

Horário Segunda-feira (27/09) Terça-feira (28/09) Quarta-feira (30/09) Quinta-feira (30/09) Sexta-feira (01/10)
08:00 às 10:00    Sessão 05 – (Oficina) Aprendizagem criativa com recursos interativos acessíveis Sessão 10 – (Oficina) Aprender com micromundos digitais Sessão 15.1 – (Minicurso) Retrocessos legais na educação do governo Bolsonaro: a Educação Especial Sessão 15.2 – (Minicurso) Retrocessos legais na educação do governo Bolsonaro: é fascismo? Trabalho, educação e bolsonarismo
11:30 às 13:30    Sessão 06 – (Mesa) Escola na prisão: Como garantir direitos educacionais e promover uma prática escolar emancipatória? Sessão 11 – (Mesa) Memórias em vida: Negritude nas escolas Sessão 16 – (Mesa) Educação do campo: terra, trabalho e educação Sessão 20 – (Mesa) Escolas de São Paulo e a Educação para crianças e jovens imigrantes
14:00 às 15:00  Sessão 01 – Conferência de Abertura        
14:00 às 16:00  Sessão 02 – (Mesa) Gênero e educação: a relação da mulher na profissão educacional, da infância à gestão escolar Sessão 07 – (Mesa) Capacitismo na sala de aula: A luta contra classes e escolass especializadas, e a perspectiva da escola bilíngue Sessão 12 – (Mesa) Educação e territórios: Educação escolar indígena e educação escolar quilombola Sessão 17 – (Mesa) A educação como acolhida de pessoas imigrantes: um panorama Sessão 21 – (Mesa) Memórias em vida: os diálogos que persistem
17:45 às 19:15  Sessão 03 – (Oficina) O riso e o bom humor como terapia diária em sala de aula Sessão 08 – (Oficina) LIBRAS Sessão 13 – (Oficina) Educação no campo: Horta orgânica e aprendizagem Sessão 18.1 – (Minicurso) Educação como prática de liberdade: o papel da leitura e da literatura na formação do sujeito crítico Sessão 18.2 – (Minicurso) Educação como prática de liberdade: De objeto a sujeito – uma cartografia da poesia negra do Brasil
19:30 às 21:30  Sessão 04 – (Mesa) Socioeducação de adolescentes e jovens em regimes de privação da liberdade Sessão 09 – (Mesa) Educação de Trabalhadores: Nas fábricas e na luta, o educar-se da classe trabalhadora Sessão 14 – (Mesa) Trajetórias e narrativas de estudantes com deficiência na Educação de Jovens e Adultos Sessão 19 – (Mesa) Contribuições dos povos indígenas em contextos urbanos nas escolas convencionais Sessão 22 – (Mesa) Gênero e educação: A importância do debate da Transexualidade na formação de professores

.
Mais informações:

Site do evento: https://www.se-feusp.online 
Transmissão: Canal do Youtube da Semana da Educação
Instagram | Facebook | Youtube

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.