Projeto da USP treina startups para o gerenciamento focado em processos 

Coordenado pela professora Silvia Inês Dallavalle de Pádua, da Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de Ribeirão Preto (FEA-RP) promove uma integração entre ensino, pesquisa e extensão ao oferecer ferramentas para a gestão

 01/06/2021 - Publicado há 5 meses  Atualizado: 07/06/2021 as 20:34
Por
Projeto da FEA-RP aborda gestão focada em processos para startups – Foto: Pexels CC

 

A organização e o gerenciamento de todos os processos de uma empresa não são uma tarefa fácil, exigem pessoal qualificado e conhecimento de cada etapa do negócio. Para uma startup esse cenário pode ser ainda mais complicado, pois além de todas as dificuldades impostas para o gerenciamento, a proposta de algo novo, que sempre acompanha a criação de uma startup, pode trazer ainda mais desafios.  

Por isso, a professora Silvia Inês Dallavalle de Pádua, da Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade (FEA-RP) da USP, criou o projeto Promoção de BPM (sigla em inglês para Gerenciamento de Processos de Negócio).

De 1º de abril a 20 de maio, a Decoy, startup de biotecnologia instalada no Supera Parque de Inovação e Tecnologia de Ribeirão Preto, sediado no campus da USP, que desenvolve produtos para o controle de pragas em animais, participou do projeto, que tem como objetivo abordar a gestão focada em processos para superar as dificuldades do ambiente de negócios e operacionalizar a estratégia. 

Larissa Elias, líder de pesquisa e desenvolvimento da startup Decoy, comemora os primeiros resultados ao considerar a experiência muito rica. “O mais valioso foi a construção conjunta e aplicação das ferramentas de forma complementar, contribuindo para uma visão global e conectada de pontos a serem trabalhados em nossos processos.”

Silvia Inês Dallavalle de Pádua – Foto: Arquivo pessoal

Silvia explica que a empresa foi analisada em diversos aspectos – na primeira etapa foram identificados os segmentos e expectativas do cliente, levantados os atributos mais importantes que o cliente valoriza, revisão da estratégia, missão, visão, análise SWOT e objetivos estratégicos. 

Com as informações detalhadas, na segunda fase foi construída a arquitetura de processos da organização. Os processos foram priorizados de acordo com as dificuldades identificadas e as oportunidades de melhorias foram descritas com base nos problemas identificados. “Os processos são priorizados de acordo com os ganhos relacionados aos objetivos estratégicos”, afirma a professora Silvia.

Na última etapa foram apresentadas sugestões de ações para melhorias. Para Alexandre Frateschi, líder de sucesso do cliente, e Tatiana Magalhães, líder da produção e qualidade da Decoy, o projeto foi positivo e possibilitou identificar a efetividade das rotinas e entender os pontos de melhoria da gestão. “Além disso, tivemos a oportunidade de aprender algumas ferramentas de avaliação e gestão do nosso negócio que não tínhamos antes. Foi uma excelente experiência para a equipe e no momento estamos estruturando nossos processos internos”, comenta Tatiana. 

Ensino, pesquisa e extensão

Para a professora, o projeto é um exemplo perfeito da integração dos três pilares que compõem a Universidade: ensino, pesquisa e extensão. O estudo e resolução de caso fazem parte da disciplina de pós-graduação Gestão por Processos, oferecida por Silvia no Programa de Pós-Graduação em Administração de Organizações, e dos estudos do grupo de pesquisa BPM Innovation, coordenado pela professora. Minha intenção é trabalhar com startups nas disciplinas e no grupo de pesquisa”, finaliza. 

Mais informações: dallavalle@usp.br

Por: Leonardo Rezende


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.