Programa permite a estudantes da USP vivenciarem experiência de professor

Programa de Estímulo ao Ensino de Graduação incentiva alunos a aperfeiçoarem seus estudos por meio de atividades de monitoria; inscrições para o segundo semestre vão até 24 de julho

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn1Print this pageEmail

No primeiro semestre de 2016, Luiz Eduardo Sol dedicou dez horas de sua semana para ajudar o professor Eduardo Zancul durante as aulas da disciplina Desenvolvimento Integrado de Produtosda Escola Politécnica (Poli) da USP. Mesmo estando na graduação, Luiz Eduardo pôde vivenciar como é ser um professor universitário de uma das maiores universidades da América Latina. Para isso, ele participou do Programa de Estímulo ao Ensino de Graduação (PEEG)Monitoria, promovido pela Pró-Reitoria de Graduação. O projeto busca incentivar alunos com bom desempenho acadêmico a aperfeiçoarem seus estudos em uma matéria, por meio de atividades em que o aluno-monitor se torna colaborador do professor, além de receber uma bolsa no valor de R$ 400.

Monitor Luiz Eduardo Sol - Foto: Arquivo Pessoal
Luiz Eduardo Sol foi monitor na Poli no primeiro semestre deste ano – Foto: Arquivo Pessoal

Luiz Eduardo é aluno de Engenharia Elétrica e ficou sabendo do programa por meio da própria equipe da disciplina e decidiu participar como forma de “demonstrar gratidão”. A principal função dele como monitor era auxiliar os grupos no desenvolvimento de sistemas eletrônicos e computacionais dos seus protótipos. Além disso, ajudava os alunos nos aspectos teóricos da disciplina e em resolução de conflitos.

Segundo o professor Zancul, o objetivo do programa é melhorar as disciplinas e prover maior apoio aos alunos.  “O monitor complementa o trabalho do professor em várias dimensões e permite a oferta de uma experiência de aprendizagem mais completa e participativa para os alunos matriculados na disciplina.” Ele participa do PEEG em todos os semestres desde o seu lançamento, em 2011.

Os professores interessados em fazer parte do programa de monitoria devem inscrever um projeto vinculado a uma disciplina no Sistema JúpiterWeb.

Para Luiz Eduardo, monitorar aulas é a chance de entender a dinâmica de ensino e a rotina dos professores. “Ficou muito mais evidente para mim como é complexa, demandante e gratificante a tarefa de ensinar. Além disso, ser monitor me fez entrar em contato com estudantes com os quais eu normalmente não interagiria, me fazendo sair da minha zona de conforto e crescer como pessoa.”

Professor Eduardo Zancul - Foto: Assessoria de Comunicação/Poli
Professor Eduardo Zancul participa do PEEG desde 2011 – Foto: Assessoria de Comunicação/Poli

O aluno-monitor pode desempenhar diversas funções em seu trabalho como, por exemplo, realizar plantões de atendimento para eliminação de dúvidas dos alunos, preparar atividades práticas e pesquisar dados que contribuam para o desenvolvimento da disciplina. Ao final dos quatro meses, ele precisa elaborar um resumo das atividades desenvolvidas e inseri-lo no Sistema JúpiterWeb.

Sobre a recepção dos alunos na sala de aula, Luiz Eduardo diz que não poderia ter sido melhor. “Como eu estava presente em praticamente todas as aulas, pude me dedicar mais intensamente a ajudá-los sempre que necessário e senti que isso acabou criando uma relação de confiança entre nós. Participar da disciplina foi uma experiência bastante prazerosa e que rendeu diversos frutos na minha vida profissional e pessoal”, completa.

Como se tornar um aluno monitor

O Programa de Estímulo ao Ensino de Graduação está com inscrições abertas até 24 de julho para o aluno da USP que queira se tornar um monitor no segundo semestre. A inscrição é feita por meio do Sistema JúpiterWeb.

Para participar, é preciso ter obtido um bom rendimento escolar na disciplina escolhida e não receber outra bolsa ou fazer estágio da USP. Estão previstas 450 bolsas no valor de R$ 400 que serão pagas em quatro parcelas. A carga horária cumprida pelo estudante é de dez horas semanais. O edital completo com informações sobre o PEEG pode ser conferido neste link.

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn1Print this pageEmail

Textos relacionados