Professora quer criar Dia dos Cuidados com a Voz em Bauru

Maria Aparecida Machado, da Faculdade de Odontologia de Bauru, é autora do projeto que propõe a criação da data

Por - Editorias: Universidade
Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail

Nesta semana, a professora Maria Aparecida Miranda de Paula Machado, da Faculdade de Odontologia de Bauru (FOB) da USP apresentará em Audiência Pública na Câmara Municipal de Bauru as bases do documento que pede a criação do Dia Municipal dos Cuidados com a Voz. Apresentado pelo Departamento de Fonoaudiologia da FOB, o projeto sugere o dia 16 de abril, Dia Mundial da Voz, para a comemoração.

”Após 15 anos de atuação do Departamento de Fonoaudiologia da USP Bauru com a Campanha da Voz, levamos, em comitiva, um documento ao Exmo. Prefeito do Município, Sr. Rodrigo Agostinho Mendonça (e agora para apreciação dos vereadores), solicitando que o Dia Mundial da Voz, também seja o Dia Municipal dos Cuidados com a Voz, com a finalidade de maiores parcerias e eventos que possam abranger parcelas mais significativas da população”, informa a professora.

Segundo a docente, ter a aprovação de uma Lei Municipal para apoiar a Campanha da Voz é ter o reconhecimento de um trabalho competente e a promessa de participação de grande parte da sociedade bauruense. “É produzir uma política pública para realizar educação em saúde considerando os diversos segmentos da população”, acrescenta Maria Aparecida Miranda de Paula Machado.

Para a professora da FOB, que também responde pela autoria do projeto, a desinformação a respeito dos cuidados e da saúde vocal é o maior desafio desta área. “É a falta de conscientização de que hábitos benéficos, vocais ou de saúde geral, podem gerar uma voz representativa e que identifica positivamente inclusive a saúde daquele indivíduo. Hábitos nocivos podem trazer doenças que apresentam sintomas como a rouquidão, cansaço vocal, ardência na laringe ou tosse seca persistente, e que precisam ser tratadas”.

A voz é um meio de comunicação importante na rotina diária para qualquer pessoa. Para nos expressarmos como seres humanos, comunicativos, afetivos, que interagem mediados pela palavra, pela fala, dependemos da produção dessa onda sonora tão específica que é capaz de identificar o indivíduo.

Manter a saúde vocal para os profissionais da voz, como vendedores, radialistas, atores, cantores, professores, entre outros, é primordial para que possam exercer adequadamente sua profissão. “Então, podermos contar com o poder público para expandirmos a Campanha da Voz, nos aproximando da grande parte da população, será um grande e honroso desafio de aprimoramento das informações e esclarecimentos a respeito da saúde vocal”, resume.

A professora Maria Aparecida Miranda de Paula Machado é fonoaudióloga e docente há 25 anos, com doutorado em Saúde Pública e  responsável pela atuação dos estudantes do Curso de Fonoaudiologia da Faculdade de Odontologia de Bauru nos estágios em Unidades Básicas ou de Saúde da Família, Rede Psicossocial e Centros de Referência de Assistência Social.

A Audiência Pública na Câmara Municipal de Bauru começa às 19 horas, no Plenário da Casa de Leis “Dr. Ulysses Guimarães”, na Rua Dom Pedro II, nº 01-50.

Com informações da Assessoria de Comunicação da Prefeitura do Campus USP em Bauru

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail

Textos relacionados