Professora da USP é homenageada na Espanha por sua contribuição às ciências da comunicação

Margarida Maria Krohling Kunsch recebeu a Insígnia de Ouro da Universidade de Santiago de Compostela

 25/10/2021 - Publicado há 1 mês
Reitor Antonio López, da Universidade de Santiago de Compostela, Margarida Kunsch, da USP, e Moisés de Lemos Martins, da Universidade do Minho – Foto: Arquivo pessoal

.
Na última sexta-feira, dia 22 de outubro, a professora da Escola de Comunicações e Artes (ECA) e pró-reitora adjunta no exercício da Pró-Reitoria de Cultura e Extensão Universitária da USP, Margarida Maria Krohling Kunsch, recebeu a Insígnia de Ouro da Universidade de Santiago de Compostela (USC), na Espanha, em uma homenagem pela sua trajetória acadêmica e pelas contribuições no campo das ciências da comunicação para o espaço lusófono e ibero-americano.

A cerimônia de entrega foi presidida pelo reitor da USC, Antonio López, que ressaltou o fortalecimento das relações entre as instituições de ensino no espaço lusófono. Na mesma cerimônia, também recebeu a insígnia o professor e pesquisador português Moisés de Lemos Martins, da Universidade do Minho.

Durante o evento, promovido pela Faculdade de Ciências da Comunicação da USC, foi citado o aumento da colaboração entre a USP e a universidade espanhola por meio de encontros científicos e atuação junto às associações e órgãos de pesquisa.

Margarida destacou os desafios atuais do campo da comunicação e o papel de professores e pesquisadores na formação de sociedades críticas, que sejam dotadas das ferramentas necessárias para se proteger contra a desinformação e possam exercer a liberdade de expressão. Para ela, receber a insígnia representa “um incentivo para continuar a luta pela causa da comunicação, um caminho que certamente continuará a ter pedras e espinhos, mas também flores e alegrias.”

Trajetória na comunicação

Margarida Kunsch durante recebimento da Insígnia de Ouro da Universidade de Santiago de Compostela – Foto: Arquivo pessoal

Margarida, pesquisadora líder do Centro de Estudos de Comunicação Organizacional e Relações Públicas (Cecorp) da ECA, publicou os livros Planejamento de relações públicas na comunicação integrada; Universidade e comunicação na edificação da sociedade; e Relações públicas e modernidade: novos paradigmas na comunicação organizacional. Organizou 35 coletâneas em Comunicação, Comunicação Organizacional e Relações Públicas. Publicou 82 capítulos de livros e 30 artigos em periódicos científicos, tendo tido 3.945 citações de suas obras, segundo dados do Google Scholar. Formou 21 mestres e 29 doutores. É membro do conselho editorial de revistas científicas nacionais e internacionais. Criou e é diretora da Revista Latinoamericana de Ciencias de la Comunicación e da Organicom – Revista Brasileira de Comunicação Organizacional e Relações Públicas.

Sua trajetória acadêmica e profissional foi marcada por uma participação ativa nas entidades científicas e associações de classe da área de comunicação do Brasil e do exterior, com destaque para a presidência (2010-2014; 2014-2016) da Federação Brasileira das Associações Científicas e Acadêmicas de Comunicação (Socicom); presidência (2011-2012) da Confederação Ibero-Americana das Associações Científicas e Acadêmicas de Comunicação (Confibercom); vice-presidência (2008-atual) da Associação Ibero-Americana de Comunicação (Ibercom); fundação e presidência (2006-2008; 2008-2010) da Associação Brasileira de Pesquisadores de Comunicação Organizacional e de Relações Públicas (Abrapcorp); presidência (1987-1989; 1991-1993) da  Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação (Intercom); vice-presidência (1992-1995; 1995-1998) e presidência (1998-2002; 2002-2005) da Associación Latinoamericana de Investigadores de la Comunicación (Alaic).

.
Com informações da Universidade de Santiago de Compostela e do Departamento de Relações Públicas, Propaganda e Turismo da ECA-USP
.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.