Pesquisador do Instituto de Matemática e Estatística da USP vence o Prêmio Gutierrez 2022

Pesquisa explora como as curvaturas de uma variedade de dimensão 3 com bordo afetam a topologia e a geometria de duas classes de superfícies compactas; cerimônia de premiação será no dia 26 de setembro

 Publicado: 02/08/2022
Foto: Reprodução/Prêmio Gutierrez

.
A Sociedade Brasileira de Matemática (SBM) e o Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC) da USP anunciaram o matemático Eduardo Rosinato Longa como o vencedor da edição de 2022 do Prêmio Professor Carlos Teobaldo Gutierrez Vidalon.

Longa foi escolhido por sua tese Sístoles e superfícies mínimas em 3-variedades com bordo, elaborada durante seu doutorado no Instituto de Matemática e Estatística (IME) da USP, com bolsa da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp) e orientação do professor Paolo Piccione do IME.

A pesquisa explora como as curvaturas de uma variedade de dimensão 3 com bordo afetam a topologia e a geometria de duas classes de superfícies compactas: as capilares mínimas de índice um e aquelas que são topologicamente não triviais.

A tese Propriedades combinatoriais de grafos e matrizes aleatórias, de Letícia Dias Mattos, sob orientação do professor Robert Morris do Instituto de Matemática Pura e Aplicada (Impa) do Rio de Janeiro, foi a escolhida para receber a Menção Honrosa do Prêmio Gutierrez 2022.

Organizado pela SBM e pelo ICMC, o Prêmio Gutierrez é atribuído anualmente à melhor tese de doutorado em matemática em cursos reconhecidos pelo Ministério da Educação (MEC), considerando os quesitos originalidade e qualidade. Os trabalhos participantes devem ter sido defendidos no Brasil no ano letivo anterior ao ano da premiação.

A entrega do prêmio será realizada em cerimônia oficial, no dia 26 de setembro de 2022, às 14 horas, no Auditório Fernão Stella de Rodrigues Germano do ICMC.

Mais informações neste link.

.
Texto: Agência Fapesp
.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.