Prêmio da USP reconhece professores por trajetória voltada à inovação

Foram escolhidos cinco docentes da Universidade, entre ativos e aposentados, além de uma homenagem “in memoriam”

Editorias: Universidade - URL Curta: jornal.usp.br/?p=299155

Na última sexta-feira, 31 de janeiro, foram anunciados os vencedores do Prêmio USP Trajetória pela Inovação. A homenagem é uma iniciativa da Pró-Reitoria de Pesquisa (PRP) da USP e da Agência USP de Inovação (Auspin) com o objetivo reconhecer professores da Universidade que se destacaram, ao longo de suas atividades acadêmicas, na produção de inovações científicas, tecnológicas ou culturais, contribuindo para a excelência da instituição e para o desenvolvimento do País.

Esta foi a segunda edição do prêmio. Foram recebidas 37 indicações de docentes ativos ou aposentados e 15 indicações de docentes “In Memoriam”, encaminhadas pelas unidades, museus e institutos especializados da USP.

A solenidade de entrega da premiação será presidida pelo reitor da USP dia 8 de abril, às 10 horas, na sala do Conselho Universitário, localizada na Rua da Reitoria 374 – Cidade Universitária, São Paulo-SP.

Premiados

Benedicto Wlademir de Martin
Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ)

Professor aposentado da FMVZ, demonstrou, no decorrer de sua carreira, uma orientação para a inovação com iniciativas marcantes que apresentam reflexos até hoje. Responsável pela criação da área de radiologia veterinária no Brasil, suas iniciativas possibilitaram a evolução e a projeção nacional e internacional da radiologia veterinária e da medicina veterinária brasileiras.

Guilherme Ary Plonski 
Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade (FEA) / Escola Politécnica (Poli)

Professor com mais de 25 anos de dedicação à promoção da inovação e do empreendedorismo inovador no âmbito da Universidade, do Estado de São Paulo e do Brasil. Essa trajetória se dá tanto por meio das atividades de docência, pesquisa e fomento à inovação, como por meio da atuação em diferentes entidades nacionais e internacionais voltadas para o fomento da inovação e de políticas públicas para inovação.

José Carlos Pettorossi Imparato
Faculdade de Odontologia (FO)

Foi criador do Banco de Dentes Humanos (BDH), iniciativa pioneira no Brasil e no mundo. O BDH foi o primeiro centro a organizar os procedimentos de coleta e doação de dentes aos estudantes para que desenvolvessem suas atividades acadêmicas. Além do ensino, o banco tem um papel fundamental no desenvolvimento de pesquisas. Ao longo da carreira, o professor também foi responsável por algumas patentes.

Marco Henrique Terra 
Escola de Engenharia de São Carlos (EESC)

Como professor da EESC, contribuiu para o desenvolvimento de ciência aplicada relacionada à teoria de estabilidade, controle e filtragem de sistemas dinâmicos incertos. Os algoritmos resultantes possuem características inovadoras – são robustos, recursivos e úteis para aplicações em tempo real. Essa inovação aparece marcadamente no desenvolvimento tecnológico de equipamentos de filtragem utilizados na indústria automotiva (inclusive no primeiro protótipo de caminhão autônomo brasileiro), bem como na área de robótica (com destaque para robôs projetados para reabilitação de membros inferiores de pessoas que tiveram algum tipo de lesão) e também na produção de módulos didáticos utilizados no ensino de engenharia.

Myriam Krasilchik 
Faculdade de Educação (FE)

Docente aposentada da Faculdade de Educação, destacou-se por iniciativas inovadoras em diversas frentes. Na implementação da USP Leste, inovou no projeto de uma unidade norteada pelo conceito de interdisciplinaridade. Fomentou a criação do Programa de Iniciação ao Ensino Superior que veio a se tornar o Programa de Aperfeiçoamento de Ensino (PAE) da USP, que vem contribuindo para a formação de recursos humanos para o ensino superior. Fora da Universidade, liderou iniciativas inovadoras, com destaque para a coordenação de um projeto envolvendo uma série de experimentos científicos organizados em kits que tiveram grande impacto social na década de 70, não somente pela divulgação e ensino da ciência como por incentivar a liberdade de pensamento por meio do conhecimento.

In Memoriam

Ivanildo Hespanhol
Escola Politécnica (Poli)

Destacam-se suas seguintes contribuições disponibilizadas à sociedade, no plano local e também global, em sua considerável trajetória pela inovação:
-Atuação de destaque na implantação do Curso de Engenharia Ambiental;
-Relevantes interações com instituições externas (Fiesp, Firjan e SindusCon);
-Criação do Centro Internacional de Referência do Reúso de Água (Cirra).

Com informações da Agência USP de Inovação

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.