Plataforma tira dúvidas relativas à pandemia da covid-19

Juliano Maranhão diz que projeto da Faculdade de Direito surgiu para responder questões sobre Direito Trabalhista na pandemia, mas evoluiu para questões de saúde

jorusp

 

Foto: plataforma Yuki

Um projeto de pesquisa e extensão da Faculdade de Direito (FD) da USP, no Laboratório de Inovação e Direito, em conjunto com a associação Lawgorithm e a lawtech Juristec+, atua no desenvolvimento e disponibilização gratuita de um chatbot que, baseado em informações confiáveis, responde a dúvidas jurídicas e de saúde que surgem no contexto da pandemia. 

Os alunos da faculdade elaboram a primeira versão, transformando as leis em perguntas e respostas simples e diretas, com linguagem acessível. Em seguida, alunos e professores da pós-graduação revisam e, depois, passam para a etapa da programação. Assim, o projeto constitui-se em uma ferramenta pedagógica importante, na medida em que os alunos vivenciam atividades tecnológicas da área do Direito.

Responsável pelo projeto, Juliano Maranhão, professor do Departamento de Filosofia e Teoria do Direito da FDUSP, contou ao Jornal da USP no Ar que o projeto já existia na faculdade como uma cooperação voltada para a automatização do Departamento Jurídico XI de Agosto, a maior advocacia beneficente do País. “O Yuki, chatbot que utilizamos, foi desenvolvido pelas lawtech parceiras do projeto. Era usada para responder dúvidas dos departamentos de recursos humanos de empresas”, aponta Maranhão.

Com a pandemia, a base de conhecimento da plataforma foi ampliada para lidar com a legislação emergencial, em especial a trabalhista, com questões como novas regras de demissão, antecipação de férias, suspensão de contrato e redução de salário. No entanto, muitos usuários faziam perguntas sobre a doença causada pelo novo coronavírus. “O passo seguinte foi, então, desenvolver um módulo para responder questões sobre saúde”, o professor explica.

A plataforma Yuki+ voltada para a resposta de questões sobre a covid-19 está no ar há dois meses. O público tem acesso livre a ela e, por enquanto, contém um conteúdo mais básico em relação às questões médicas. As perguntas são feitas não só por escrito, mas também por comando de voz. Segundo Maranhão, o objetivo agora é ampliar a base com questões sobre a doença. O próximo passo é lançar a plataforma em aplicativo para celular, a fim de facilitar a consulta e disseminar ainda mais a ferramenta. 

Ouça a íntegra da entrevista no player.


Jornal da USP no Ar 
Jornal da USP no Ar é uma parceria da Rádio USP, Faculdade de Medicina e Instituto de Estudos Avançados. Busca aprofundar temas da atualidade de maior repercussão, além de apresentar pesquisas, grupos de estudos e especialistas da Universidade de São Paulo.
No ar de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 9h30, com apresentação de Roxane Ré.
Você pode sintonizar a Rádio USP em São Paulo FM 93.7, em Ribeirão Preto FM 107.9, pela internet em www.jornal.usp.br ou pelo aplicativo no celular.

.

.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.