Pesquisa da psicologia está desenvolvendo escala de bem-estar da população

Para isso, o estudo busca voluntários para responder questionário on-line

Por - Editorias: Universidade - URL Curta: jornal.usp.br/?p=230175
  • 268
  •  
  •  
  •  
  •  
Centro que está desenvolvendo o estudo é o primeiro do País a estudar o bem-estar humano – Foto: Visual Hunt

O Instituto de Psicologia (IP) da USP e o Centro de Pesquisa Aplicada em Bem-estar e Comportamento Humano (CPBEC) buscam voluntários para uma pesquisa sobre o bem-estar da população brasileira. Podem participar brasileiros maiores de 18 anos que estejam dispostos a responder a um curto questionário on-line.

Por meio da criação de uma Escala Brasileira de Bem-Estar Subjetivo (EBBES), a pesquisa deve ser aplicada em cerca de 1.600 participantes. O estudo está sendo desenvolvido pelas pesquisadoras de pós-doutorado Renata Pereira de Felipe e Ana Carla Crispim, e coordenado pela professora Emma Otta.

Renata explica que o CPBEC é o primeiro centro de pesquisa em bem-estar humano do País. Ele abarca vários projetos, dentre eles este estudo sobre bem-estar dos brasileiros, que quer criar uma escala para auxiliar outros projetos e aumentar o entendimento sobre a questão. Para isso, é necessário uma amostra representativa da população, daí a necessidade de um número elevado de respostas para o questionário. Outros institutos de diversos Estados do Brasil também estão empregando o questionário.

Segundo a pesquisadora, a humanidade sempre tentou descobrir o que é felicidade e, consequentemente, o que é o bem-estar. “A psicologia por muito tempo esteve focada em resolver patologias. Na década de 1990, ganha notoriedade uma nova vertente de estudo, a Psicologia Positiva. A sociedade também quer entender o que faz certas pessoas se sentirem bem e serem saudáveis”, explica Renata.

O objetivo do estudo é desenvolver um instrumento de avaliação de bem-estar subjetivo válido, breve, de fácil compreensão e adaptado à realidade brasileira. Todas as informações e opiniões fornecidas pelos participantes serão tratadas de maneira confidencial.

Outros países já têm suas escalas de bem-estar definidas. No entanto, elas são muito específicas e dependem dos costumes e da cultura de cada sociedade. Por isso a necessidade de se criar uma escala brasileira.

O CPBEC tem como principal objetivo promover pesquisas sobre o bem-estar psicológico, abordando aspectos como emoções positivas, intervenções comportamentais e a base neural de processos sociais e afetivos. Os estudos estão sendo desenvolvidos no âmbito de uma perspectiva interdisciplinar, integrando psicologia, neurociência e ciências da saúde, com interseções com ciências sociais humanas e aplicadas. O centro é fruto de uma parceria firmada entre USP, Fapesp e Natura S. A. Cosméticos.

Mais informações: site https://cpbec.org.br/

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.


  • 268
  •  
  •  
  •  
  •  

Textos relacionados