Pesquisa avalia saúde mental dos profissionais de enfermagem durante a pandemia

O estudo busca voluntários da área para responder perguntas sobre saúde mental e estratégias adotadas no dia a dia

Estudo da Escola de Enfermagem da USP quer saber como profissionais da área enfrentam o dia a dia na pandemia – Foto: Freepik

.
O novo coronavírus, causador da covid-19, fez milhões de pessoas se distanciarem para diminuir a propagação da doença. Mas nem todas as pessoas puderam se isolar. Estão neste caso os profissionais de enfermagem, que
atuam na frente de combate à patologia, e descobrir como anda a saúde mental desses profissionais é alvo de um estudo que a USP está desenvolvendo.

Além de analisar a saúde mental de enfermeiros, auxiliares e técnicos de enfermagem e obstetrizes, atuando em serviços de saúde, no ensino e pesquisa, ou sem atuação no momento, o objetivo da pesquisa também é identificar as estratégias de enfrentamento utilizadas por essas pessoas durante a pandemia.

Para participar, basta acessar o formulário on-line produzido pelos pesquisadores. As perguntas envolvem características sociodemográficas, de trabalho e estado de saúde mental nos últimos 14 dias, além de estratégias de enfrentamento adotadas no contexto da epidemia de covid-19. O formulário leva cerca de 25 minutos para ser respondido.

A participação é voluntária e as respostas serão utilizadas somente para fins científicos. Após participar, os voluntários terão acesso a links de sites de ajuda psicológica e de materiais, com orientações baseadas nas últimas evidências científicas sobre saúde mental em situação de pandemia.

A pesquisa Saúde mental de profissionais de Enfermagem do Brasil no contexto da COVID-19 é uma parceria da Escola de Enfermagem (EE) da USP com a Unifesp, Unifap, Ufal, UFSCar, UFRGS, UFMT, UFMS, UFPA e UFBA. 

Mais informações: perpetua.nobrega@usp.br 

.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.