O que se sabe – e não se sabe – sobre cérebros e computadores

Novo episódio do podcast “A Matemática do Cérebro” discute os avanços nas pesquisas sobre a interface entre neurobiologia e matemática

 05/04/2021 - Publicado há 8 meses
Foto: Reprodução / Cepid NeuroMat

.

Quais são as semelhanças entre um computador e um cérebro humano? Nesta edição do podcast A Matemática do Cérebro, o cientista da computação Jorge Stolfi e o físico Arthur Valencio discutem a interface homem/máquina e como a computação contribui para os estudos da neurociência. Stolfi e Valencio são pesquisadores do Centro de Pesquisa, Inovação e Difusão em Neuromatemática (Cepid NeuroMat), um dos centros sediados na USP e apoiados pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp) para desenvolver investigações relevantes com impacto comercial e social.

Embora um conjunto de transistores não se compare a uma complexa rede de neurônios, a função geral de cérebros e computadores se assemelham: estímulos levam a interpretações e geram uma resposta. A maneira como ambos processam a informação também é surpreendentemente similar, já que os sinais que passam pelas fibras nervosas do cérebro são, essencialmente, códigos binários.

“Sinais digitais binários são mais fáceis de propagar por longas distâncias sem alterações do que sinais analógicos. Essa robustez dos sinais digitais fez com que a evolução fosse por esse caminho, assim como os engenheiros fizeram (com os computadores)”, compara Jorge Stolfi no episódio Cérebro e Computador do podcast.

Se há muitas semelhanças entre um cérebro e um computador, há ainda muito mais por descobrir. De acordo com os pesquisadores, cerca de um milhão de neurônios habitam nossos cérebros por milímetro cúbico, o que torna praticamente impossível mapear suas funções e conexões. Ainda assim, pesquisas recentes foram capazes de demonstrar diferentes funcionalidades do cérebro, contribuindo para tratar doenças como o Parkinson e a lesão do plexo braquial, que afeta principalmente motociclistas acidentados.

O podcast está disponível nos serviços de streaming SpotifyiTunes e SoundCloud.

Também é possível escutar pelo site: podcast.numec.prp.usp.br  ou clique no player abaixo:

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.