Matemáticos usam conhecimento acadêmico para empreender

Empresa criada por ex-alunos da USP é focada na resolução de problemas industriais

Por - Editorias: Universidade - URL Curta: jornal.usp.br/?p=189142
  • 383
  •  
  •  
  •  
  •  
Leandro Resende Mundim e Luiz Henrique Cherri estudaram juntos na USP e hoje são sócios – Foto: Divulgação / CeMEAI – ICMC – USP

.
A iniciativa de dois ex-alunos da USP resultou em uma empresa que presta consultoria e desenvolve softwares e treinamentos voltados à solução de problemas industriais.

A ODM (Optimized Decision Making, na sigla em inglês) foi fundada por Luiz Henrique Cherri e Leandro Resende Mundim. Ambos estudaram no Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC) da USP, em São Carlos, e participaram de pesquisas apoiadas pelo Centro de Ciências Matemáticas Aplicadas à Indústria (CeMEAI), também da USP.

“Nossa expertise é identificar, modelar matematicamente e propor soluções de alta qualidade para estes problemas de clientes nas mais diferentes áreas de atuação. Tais soluções são entregues na forma de relatórios, consultorias e sistemas computacionais personalizados”, explicou o presidente e diretor de tecnologia da ODM, Luiz Henrique Cherri.

A spin-off também conta com apoio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp) via Programa Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas (Pipe) com projeto aprovado para inovações na indústria cerâmica.

Leandro Resende Mundim é o diretor executivo da empresa e comentou sobre a decisão de deixar a carreira acadêmica para empreender. “Eu sempre acreditei que seguiria minha carreira dentro da universidade, mas em algum momento eu decidi que, diante de tantos problemas governamentais em nosso País, meu trabalho como pesquisador até o doutorado poderia contribuir de uma forma mais efetiva.”

Segundo ele, os projetos desenvolvidos na ODM são projetos em que realmente acreditam e que podem trazer benefícios reais à população.

“Nós sabemos que a parcela de pessoas que saem da universidade para empreender ainda é pequena, mas vale a pena. A expectativa quando você sai da universidade e vai para o mercado de trabalho é como se você estivesse pulando sem boia em um oceano. Mas a verdade é que dentro da universidade você já aprendeu a nadar há muito tempo”, disse Leandro.

Saiba mais sobre essa história:

Sobre o CeMEAI

O Centro de Ciências Matemáticas Aplicadas à Indústria (CeMEAI), com sede no Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC) da USP, em São Carlos, é um dos Centros de Pesquisa, Inovação e Difusão (Cepids) financiados pela Fapesp.

O CeMEAI é estruturado para promover o uso de ciências matemáticas como um recurso industrial em quatro áreas básicas: Otimização Aplicada e Pesquisa Operacional, Mecânica de Fluidos Computacional, Modelagem de Risco, Inteligência Computacional e Engenharia de Software.

Além do ICMC-USP, compõem o CeMEAI como instituições associadas CCET-UFSCar, IMECC-Unicamp, IBILCE-Unesp, FCT-Unesp, IAE e IME-USP.

Raquel Vieira / Comunicação CeMEAI

  • 383
  •  
  •  
  •  
  •  

Textos relacionados