MANUAL DO CALOURO 2021 

Bem-vindos à USP!

12/04/2021

Você acaba de ingressar em uma universidade pública, gratuita e reconhecida como uma das melhores do mundo. Sabemos que o momento é difícil para todos devido à pandemia e ao isolamento social. A USP mantém um Grupo de Trabalho para a Elaboração do Plano de Readequação do Ano Acadêmico, que definirá o momento mais seguro para o retorno gradual das atividades presenciais.
Neste primeiro semestre letivo, as aulas serão remotas, com autorização para atividades presenciais de reposição de aulas práticas com o cumprimento rigoroso do protocolo de biossegurança e a critério dos dirigentes das Unidades de Ensino e Pesquisa.
Para aproveitar ao máximo sua experiência, reunimos as informações que todos os calouros e calouras precisam saber para entender o que é a USP e aproveitar as oportunidades, serviços e atividades que a sua nova casa oferece.

RECEPÇÃO

campanha_n

Para dar as boas-vindas aos novos estudantes e mostrar um pouco a Universidade, a USP lança, a cada ano, uma campanha de recepção aos calouros criada pelos próprios alunos. Em 2021, o tema escolhido foi “A USP transforma você transforma a USP”.

Você verá esse material desde a matrícula até a Semana de Recepção aos Calouros, um período em que as aulas regulares são substituídas por atividades como gincanas, oficinas, palestras, campanhas educativas e ações sociais. Neste ano, será tudo on-line. Você pode conhecer a campanha neste link.

Disque-Trote

Sua recepção na Universidade não foi tão boa? Qualquer tipo de manifestação estudantil – dentro ou fora da USP – que envolva agressão física, moral ou outras formas de constrangimento deve ser denunciada. A USP disponibiliza os seguintes canais para atender esse tipo de ocorrência:

0800-012 10 90

Atendimento: segunda a sexta, 9 às 21 horas
Atendimento on-line: via e-mail (disquetrote@usp.br) 

app_trote

Aplicativo Disque Trote:

Leve a USP no bolso

Estes são os aplicativos oficiais criados pelos desenvolvedores da USP para informar, proteger e facilitar a vida da comunidade universitária.

Campus USP

Central da Guarda Universitária

e-Card USP

Carteirinha Digital

Cardápio USP

Restaurantes Universitários

Guia USP

Restaurantes Universitários

Jornal da USP

Notícias e Rádio USP

Bibliotecas USP

Acervo do SIBi

Entreartes

Atividades Culturais

Disque Trote

Auxílio aos Calouros

CONEXÃO NO CAMPUS

Acesse os links e saiba como ter acesso à internet no seu campus.

Uma coisa de cada vez

Júpiter, número USP, grade de disciplinas... É novo na Universidade e está confuso com tantos dados novos? Informe-se sobre os primeiros passos para garantir sua vaga na Universidade e o principais procedimentos para quem vai estudar aqui.

Matrícula e Calendário

Feriados, recessos, datas de início e encerramento das matrículas, começo das aulas… Não perca nenhuma data acessando o calendário escolar de 2021. Ele também está disponível no Júpiter. Se você foi aprovado na Fuvest, todas as informações sobre a matrícula estão disponíveis no Manual do Candidato. As datas de convocação e demais informações sobre o ingresso pelo Sisu devem ser consultados no site da Pró-Reitoria de Graduação.

cartão usp

Quando sua matrícula virtual for aprovada, você já pode baixar o aplicativo e-Card USP, o serviço de carteirinha digital de nossa Universidade. Por lá, você acessa seu cartão, usando o número USP e a senha única que criar. Nele, constarão nome, número USP, foto, Unidade e código de barras. Mostrando o cartão on-line, você já terá acesso aos serviços básicos da Universidade, como restaurantes, bibliotecas, centros esportivos etc.

Posteriormente, você deve requisitar seu cartão físico via Júpiter. Para isso, acesse o sistema JúpiterWeb, clique em “Cartões USP” no menu lateral esquerdo e depois clique em “Nova solicitação”. Você poderá retirar o cartão físico no Serviço de Graduação da sua unidade. Mas não se preocupe, a Pró-Reitoria de Graduação encaminhará um e-mail lembrando você de solicitá-lo.

Sistema Júpiter

Logo você vai perceber que a resposta para quase todas as questões que envolvem sua vida acadêmica estão no Júpiter, um sistema criado para facilitar a matrícula nas disciplinas, solicitar documentos, fazer inscrição em bolsas, acompanhar sua evolução no curso, entre outras funções. Para não se perder neste planeta, a Pró-Reitoria de Graduação da USP preparou tutoriais e vídeos que explicam cada funcionalidade do Júpiter. Descubra!

Aulas pela internet

Para dar apoio às aulas, facilitando a interação entre estudantes e professores, a USP tem o e-Disciplinas, um ambiente virtual de aprendizagem. Mas a Universidade vem trabalhando também para oferecer a cada vez mais pessoas – e não apenas a seus alunos – cursos das mais variadas áreas do conhecimento em plataformas on-line. Com propostas e conteúdos diferentes, a USP está presente em ambientes virtuais de aprendizagem (Coursera, Univesp TV), além de alimentar um projeto próprio, chamado e-Aulas no qual professores disponibilizam suas videoaulas para os estudantes e o público em geral.

Sobrevivendo na USP

A USP é uma universidade pública e gratuita, mas são muitos os gastos que envolvem estudar e se manter na Universidade. Alunos com dificuldades socioeconômicas podem contar com auxílios para moradia, transporte, alimentação e até mesmo livros. As informações sobre os benefícios devem ser consultadas na Superintendência de Assistência Social ou na seção de promoção social de cada campus. Há ainda bolsas para desenvolver atividades na Universidade, como as do Programa de Apoio à Permanência e Formação Estudantil, Programa de Estímulo ao Ensino de Graduação e do Programa Unificado de Bolsas. Todas elas estão no site da Pró-Reitoria de Graduação.

Conheça a USP

Espalhada em sete cidades no Estado de São Paulo e até mesmo uma base de pesquisa em Rondônia, a USP é hoje a maior universidade do Brasil e uma das maiores do mundo. Com atividades de ensino, pesquisa e extensão em todas as áreas do conhecimento, seu gigantismo impressiona: são 42 unidades de ensino, reunindo cerca de 90 mil alunos, 13 mil funcionários e 6 mil professores.

CAMPUS SÃO PAULO

No campus de São Paulo estão localizadas 25 das 42 unidades de ensino e pesquisa da USP. A maior parte destas unidades está na Cidade Universitária, no bairro do Butantã, por onde circulam de 80 a 100 mil pessoas todos os dias.

Mas há ainda cinco outras unidades: quatro no bairro Cerqueira César, próximo ao metrô Clínicas, todas da área da saúde (MedicinaMedicina TropicalEnfermagem e Saúde Pública); a Faculdade de Direito (FD), no Largo São Francisco, bem no centro de São Paulo; e a Escola de Artes, Ciências e Humanidades (EACH), também conhecida como USP Leste, por estar na zona leste da cidade.

Campus Ribeirão Preto

O campus da USP em Ribeirão Preto está diretamente ligado à história da cidade, fundada em 1856. Ele teve origem em 1874, quando o fazendeiro João Franco — plantador de café, criador de gado e comerciante de escravos — comprou terras na região para formar a Fazenda Monte Alegre que, hoje, constitui o núcleo principal do campus. Com forte vocação para a saúde, o arborizado campus de Ribeirão Preto tem tradição em prestar serviços diretamente em benefício da qualidade de vida da população.

Campus São Carlos

Com ênfase na área de exatas, o campus de São Carlos possui cinco unidades de ensino e pesquisa: a Escola de Engenharia de São Carlos (EESC), o Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC), o Instituto de Física de São Carlos (IFSC), o Instituto de Química de São Carlos (IQSC) e o Instituto de Arquitetura e Urbanismo (IAU).

Esporte e Cultura | Segurança e Tráfego Transporte e alimentação | Saúde | Bibliotecas | Centro acadêmico | Creche | Telefones

 

Campus Bauru

campus de Bauru, que é a maior cidade do centro-oeste paulista, sedia a Faculdade de Odontologia de Bauru (FOB). A unidade mantém três cursos: Medicina, Odontologia e Fonoaudiologia. Ali funciona também o Hospital de Reabilitação de Anomalias Craniofaciais (HRAC/Centrinho), referência internacional no estudo e tratamento das anomalias craniofaciais e deficiência auditiva, além da Prefeitura do campus.

Serviço Social  | Esporte | Cultura | Segurança | Restaurante Universitário | Saúde | Telefones

 

Campus Piracicaba

O campus da USP em Piracicaba recebe o nome do idealizador da escola, Luiz Vicente de Souza Queiroz, que, no final do século 19, sonhou com uma instituição que promovesse o desenvolvimento da agricultura brasileira. O sonho se concretizou: com mais de um século de existência, a Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz é responsável em boa parte pelo aumento da produção de alimentos no País.

Campus Pirassununga

Pirassununga é o maior campus da USP em terras contínuas. São mais de 2.300 hectares, onde se alternam áreas de pastagens, agricultura, matas virgens, lagos e laboratórios – tudo a serviço da busca por novas técnicas de criação de animais, que levem à maior produção de alimentos para o País. Ali está instalada a Faculdade de Zootecnia e Engenharia de Alimentos (FZEA) e também alguns departamentos da Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ).

Transporte | Esporte | Cultura

Campus Lorena

Escola de Engenharia de Lorena (EEL) é uma das mais recentes unidades da USP. Criada em 1969 como uma instituição de ensino superior ligada à Prefeitura de Lorena – mais tarde transferida para a Secretaria de Ciência e Tecnologia do Estado –, a EEL foi incorporada à USP em 2006. Um centro de excelência na área da química, foi essa escola que desenvolveu, nos anos 70, o Proálcool, programa do governo federal voltado para a produção de um novo combustível.

Biblioteca | Restaurante | Telefones

Direitos e Diálogo

Desde a origem da palavra, universidade representa comunidade, totalidade e conjunto. E é esse ambiente inclusivo e de respeito à diversidade que a USP quer garantir a seus alunos. Infelizmente, casos de assédio, violência e discriminação já ocorreram nos campi da Universidade e é por isso que várias ações foram criadas e aperfeiçoadas ao longo dos anos. Conheça algumas delas:

Direitos Humanos

Desde o final de 2014, a Comissão de Direitos Humanos da USP centraliza as iniciativas e políticas em relação a denúncias de discriminação e violação de direitos na Universidade. A comissão acompanha as sindicâncias abertas por unidades e órgãos da USP e recebe assistência da Procuradoria Geral da USP, Ouvidoria, Superintendências de Segurança, de Espaço Físico e de Tecnologia de Informação, Núcleo de Estudos da Violência, Núcleo dos Direitos e  centros existentes nas unidades para realizar este trabalho. Acesse aqui a Cartilha dos Direitos Humanos na Universidade de São Paulo criada pela Comissão em parceria com a Pró-Reitoria de Graduação da USP.

logo_USPDiversidade

USP Diversidade

Igualdade, solidariedade, promoção e respeito aos direitos humanos. São esses valores que guiam as ações do USP Diversidade, um programa da Pró-Reitoria de Cultura e Extensão Universitária.   Um dos principais compromissos da iniciativa é implantar medidas preventivas contra a discriminação, abuso e violência na Semana de Recepção de Calouros. No site do USP Diversidade você pode se informar sobre o que é legal e saudável para integração dos calouros e o que não deve ser aceito de forma alguma. E não só durante a recepção, mas em toda a sua vida na USP, discriminação, violência e assédio não serão tolerados. Além do site, você também pode entrar em contato com o USP Diversidade pelo email diversidade@usp.br ou pelo telefone (11) 3091-9185.

USP Mulheres

Escritório USP Mulheres propõe iniciativas e projetos voltados à igualdade de gêneros e empoderamento de mulheres na Universidade. A ideia é pensar soluções em conjunto, com o auxílio dos grupos e coletivos estudantis e de docentes.
A USP foi uma das dez universidades em todo o mundo, a única da América Latina, escolhida pela ONU Mulheres para integrar o movimento ElesPorElas (HeForShe), com o compromisso de atuar no combate à desigualdade de gênero e à violência. Além de campanhas, o USP Mulheres também organiza seminários e atividades, como uma aula de autodefesa feminina, e já realizou ações como a elaboração de mapa da iluminação do campus da USP no Butantã.

Código de ética da USP

Código de Ética da USP foi criado para “nortear as relações humanas no âmbito da Universidade de São Paulo (USP), tendo como postulados o direito à pesquisa, o pluralismo, a tolerância, a autonomia em relação aos poderes políticos, o respeito à integridade acadêmica da instituição, bem como o dever de promover os princípios de liberdade, justiça, dignidade humana, solidariedade e a defesa da USP como Universidade pública”.

Nome Social

Pessoas transgêneros têm o direito de serem tratadas pelo seu nome social, ou seja, aquele que reflete sua identidade de gênero e não corresponde àquele que consta em seu registro oficial. Por isso, o diploma, histórico escolar, cartão, atestados e declarações do aluno na USP podem vir com o nome social, se solicitado. O pedido deve ser realizado nas Seções de Graduação da cada unidade. No site USP Diversidade, você encontra o passo a passo para pedir o nome social.

Além da sala de aula

A formação universitária não ocorre apenas durante as aulas e provas. Na USP, o estudante já começa a dar os primeiros passos rumo à carreira que deseja seguir, pode concorrer a oportunidades fora do país, conhecer empreendedores - e se tornar um! - e ajudar a comunidade do entorno a se desenvolver.

intercambio

Intercâmbio

Os editais de intercâmbio para os alunos de graduação podem ser consultados no Sistema Mundus. A Agência USP de Cooperação Acadêmica Nacional e Internacional (Aucani) é a responsável pelos convênios com instituições estrangeiras e pelo lançamento dos editais, contando com o apoio das Comissões de Relações Internacionais de cada unidade da USP. E para quem não quer sair do país, mas gostaria de ter uma experiência internacional, há  o Programa USP iFriends, em que os alunos da Universidade recebem estudantes estrangeiros e ajudam a integrá-los à comunidade universitária.

carreiras_cinza

Carreira

Apesar da empolgação com o ingresso na universidade, o aluno pode perceber que aquele curso não era bem o que ele desejava. Ou era, mas, depois de algum tempo, ele não enxerga muitas possibilidades profissionais e está em dúvida sobre seu futuro. O Escritório de Desenvolvimento de Carreiras da USP foi criado para dar aconselhamento a esses estudantes, e realiza palestras e oficinas sobre carreiras e mercado de trabalho. Caso deseje mudar de curso, o aluno pode recorrer à transferência interna ou externa.

iniciacao_cientifica_branco

Iniciação científica e tecnológica

Entrou na Universidade com vontade de seguir a carreira acadêmica? Não precisa esperar terminar a faculdade para dar seus primeiros passos. A iniciação científica e tecnológica é uma oportunidade de entrar em contato com métodos e técnicas científicas e entender como os problemas de pesquisa são desenvolvidos e tudo isso com a orientação de um pesquisador experiente. Leia mais no site da Pró-Reitoria de Pesquisa da USP.

em_numeros_branco

Cultura empreendedora

O Núcleo de Empreendedorismo da USP, localizado no campus de São Paulo, é formado por alunos, pesquisadores e professores que trabalham para desenvolver a cultura empreendedora dentro da Universidade. Cursos na área, orientação para criação de empresas, vagas de estágios em startups, eventos e muito compartilhamento de ideias é o que você vai encontrar no núcleo. Na USP, há a Agência USP de Inovação, que apoia a comunidade universitária na elaboração de projetos em parceria com o setor empresarial, e disciplina na grade curricular.

empresas_junior_branco

Empresas Jr.

Antes mesmo de se formar, os estudantes podem realizar projetos e serviços relacionados à sua área e iniciar sua atuação profissional, realizando, por exemplo, assessoria e consultoria para clientes. Para organizar essas atividades existem as empresas juniores. Informe-se com seus veteranos se sua unidade tem uma empresa júnior e participe!

em_numeros

Comunidade

Você vai ouvir muitas vezes que a atuação da USP se baseia no tripé ensino, pesquisa e extensão. Mas o que é essa tal de extensão? Financiada com dinheiro público, a USP tem como uma de suas missões levar para a sociedade o conhecimento aqui produzido. Isso se dá na forma de eventos, campanhas, cursos, projetos, entre outros. Informe-se com seus colegas e professores sobre oportunidades para participar dessas iniciativas e acompanhe as ações institucionais da Universidade no site da Pró-Reitoria de Cultura e Extensão, nos programas USP-Comunidade.

movimentoestudantil

Movimento estudantil

Diretório Central dos Estudantes da USP, DCE Livre Alexandre Vannucchi Leme, é a entidade que representa os estudantes de toda a Universidade, organizando ações, debates e assembleias. Há ainda os centros acadêmicos e diretórios acadêmicos, que representam respectivamente um curso ou um grupo de cursos. Estas entidades devem facilitar a comunicação dos estudantes com a direção das unidades e debater suas demandas. As entidades de representação estudantil são eleitas anualmente, e qualquer aluno pode fazer parte delas.

icone_alumni

Alumni

Após concluir seu curso na USP, os estudantes podem se beneficiar de uma rede chamada Alumni. Por meio dessa plataforma, os ex-alunos têm acesso a oportunidades de trabalho e networking, além de diploma virtual e serviços do G Suit da Google.

icone_div_cientifica

Divulgação científica

A USP tem cursos de graduação nas mais diversas áreas e, independentemente de qual delas você siga, é muito relevante ter uma compreensão ampla sobre o que é ciência e os campos de pesquisa atuais. Para isso, existe uma disciplina optativa que pode ser cursada por qualquer aluno, na qual serão desenvolvidos repertórios de leitura e redação de textos de divulgação científica.

Movimente-se

Não é preciso ser estudante de educação física para se envolver em práticas esportivas na USP. Fazer exercícios físicos é importante para a saúde e o bem-estar e também contribui para integração entre os alunos e fortalece sua conexão com a universidade. A USP tem até mesmo uma comissão especialmente destinada a propor programas, disciplinas, editais e outras ações que tenham o esporte como foco.

campeonatos

Campeonatos

Vários campeonatos e torneios contam com a participação de estudantes da USP, tanto como competidores como organizadores. O Bichusp é um campeonato só para os calouros e calouras. Além dele existem a Taça USP, BIFE, TUSCA, CaipirUSP… se você gosta de esporte e quer participar, informe-se nas atléticas!

atleticas

Atléticas

A maioria das unidades da Universidade possui uma atlética que promove jogos, campeonatos e eventos para integrar os estudantes. Quem congrega essas entidades é a Liga Atlética Acadêmica da USP (LAAUSP) formada por Associações Atléticas Acadêmicas (AAA) da USP.

disciplina

Disciplina

Qualquer aluno da Universidade pode se inscrever, via JúpiterWeb, na disciplina optativa “Esporte na Graduação: da Teoria à Prática”. Ela é oferecida pela Pró-Reitoria de Graduação em parceria com várias unidades da USP. São aulas teóricas e práticas que visam estimular a atividade física.

centros

Centros esportivos

Todos os campi da USP têm espaços para a prática de atividades esportivas e recreativas. Em São Paulo, São Carlos e Ribeirão Preto há os centros esportivos, com várias modalidades e rica infraestrutura. O acesso a esses locais é livre aos estudantes e funcionários da Universidade, desde que se apresente o cartão USP.   

Cultura na USP

A arte, em suas mais diversas manifestações, está presente na Universidade. Há espaços, atividades e grupos que colocam a USP como centro de criação e difusão de música, cinema, teatro e tudo mais que envolve a expressão humana. E se você é aluno e tem talento para artes cênicas, artes visuais, audiovisual, design, música erudita, música popular ou texto, ainda pode participar do Programa Nascente!

cinemas

Cinema e teatro

Quem está na capital pode frequentar as salas do Cinema da USP Paulo Emílio (Cinusp) e assistir gratuitamente a mostras temáticas produzidas por professores e alunos da Universidade, além de participar de seminários, debates, cursos e pré-estréias. O Teatro da USP é um órgão que busca fomentar a produção, reflexão e pesquisa em artes cênicas. Espetáculos e programas diversos são realizados na sua sede, no histórico prédio da Rua Maria Antonia, 294, em São Paulo, e também nos campi de São Carlos, Ribeirão Preto, Piracicaba e Bauru.

editora

Editora

Sim, sua universidade tem até editora própria! A Editora da Universidade de São Paulo (Edusp) coleciona prêmios Jabuti, entre outros importantes reconhecimentos, e é uma das maiores editoras universitárias brasileiras. Suas obras abrangem várias áreas e não se limitam à produção científica da Universidade – livros de arte, obras clássicas, didáticos e estudos de grandes escritores podem ser encontrados em seu catálogo, que pode ser adquirido na loja virtual e nas livrarias da Edusp presentes nos campi da USP de Piracicaba, Pirassununga, São Carlos, Ribeirão Preto e São Paulo.

concursos

Talentos

Em 1990, nascia o Programa Nascente, concurso para reconhecer entre alunos da USP novos talentos artísticos. A premiação anual é voltada a atores, poetas, músicos, pintores, diretores, escritores, compositores, designers, escultores e cineastas da Universidade.

musica

Música

De música barroca à música popular brasileira, as orquestras da USP promovem um contato afinado com a sociedade. Temos a Osusp, Ocam e Filarmônica. Em São Paulo, Ribeirão Preto e Piracicaba, alunos e alunas da Universidade podem participar de corais, mesmo sem experiência, e participar de apresentações e concertos.

icone_radio

Rádio USP

A Rádio USP pode ser sintonizada em São Paulo (FM 93,7) e em Ribeirão Preto (FM 107,9) e acessada online de qualquer lugar do mundo. Além de uma programação musical que valoriza as produções brasileiras, a emissora abre espaço para o jornalismo e tem um amplo time de colunistas que debatem temas de interesse de toda a sociedade.

icone_canal_usp2

Canal USP

Conteúdo diversificado e totalmente gratuito. O Canal USP possui mais de 4 mil vídeos para quem quer acompanhar a produção científica, acadêmica e cultural da melhor universidade do País. Toda semana há novidades: desde reportagens, aulas e palestras com professores da USP até concertos das três orquestras mantidas pela instituição.