Livro digital apresenta ferramentas para promover inclusão na educação infantil

De autoria de professora e pesquisadoras da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto, obra apresenta os princípios do Desenho Universal para a Aprendizagem (DUA) e sua aplicação na educação infantil

 Publicado: 04/10/2021
Por
Foto: Arquivo/Agência Brasil – EBC

.
Como é possível desenvolver um ensino direcionado a todas as crianças de uma classe de educação infantil, levando em conta os conceitos do Desenho Universal para a Aprendizagem  (DUA) e as características de cada criança? É o que pretende responder o livro Desenho universal para a aprendizagem e ensino inclusivo na educação infantil, lançado recentemente pela professora Andréia Schmidt e pelas pesquisadoras Ana Carolina Arruda Miranda e Claudia Daiane Batista Bettio, todas da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto (FFCLRP). 

A ideia do livro, que tem como objetivo discutir os princípios do DUA e a sua aplicação no ambiente da educação infantil, surgiu a partir de um conjunto de pesquisas na área, adianta Andréia. O DUA foi concebido no âmbito da Educação Inclusiva, mas aplica-se à educação em todos os níveis, explica a professora, porque foca no acesso físico à sala de aula e também no acesso a todos os aspectos que envolvem a aprendizagem. 

As autoras já estudavam o DUA e, observando que seus princípios poderiam ajudar os professores com quem estavam trabalhando, o que as levou a organizar um curso voltado para professores da educação infantil, que foi oferecido de forma remota pela plataforma de Cursos de Extensão da USP. O livro compila o conteúdo deste curso em 112 páginas e está disponível no Portal de Livros Abertos da USP.
.

Livro apresenta estratégias para inclusão de todos os alunos – Foto: Reprodução/FFCLRP

.
Na obra, os exemplos e discussões foram mais especificamente voltados à educação infantil. “Em nossas pesquisas sobre como a escola pode favorecer o desenvolvimento da linguagem de crianças pré-escolares observamos que, muitas vezes, os professores se sentiam muito angustiados com a dificuldade em lidar com a heterogeneidade natural das classes”, conta. E essa dificuldade, de acordo com a professora, era resultado, muitas vezes, da falta de flexibilidade do currículo escolar. 

Por isso, o livro é voltado para professores e busca discutir os princípios do DUA em linguagem acessível, além de analisar como esses princípios podem ser aplicados em situações cotidianas da sala de aula. 

Desenho Universal para a Aprendizagem

O DUA surgiu a partir da arquitetura, criando espaços físicos e ferramentas que poderiam ser utilizados por todas as pessoas. Mas também tem sido estudado e aplicado a diversos contextos educacionais ao redor do mundo, uma vez que a aprendizagem também deve ser acessível a todos. 

Clique na imagem para ver o livro

Tendo como objetivo a remoção de barreiras para a aprendizagem, a flexibilidade dos currículos escolares é um princípio fundamental. Dessa forma, além de diferenças culturais ou socioeconômicas, Andréia diz ser preciso reconhecer que diferenças sutis “fazem de cada aluno uma pessoa única”. Isso, segundo a professora, significa respeitar as diferentes formas de aprender das crianças. 

E como as diferenças são a regra, e não a exceção, a escola precisa ser flexível e reconhecer que “currículos e práticas de ensino engessados são uma barreira à aprendizagem de todos os alunos”. Nesse sentido, parte do princípio de que “currículos que são flexíveis na sua origem beneficiam todos os estudantes, e não apenas aqueles que apresentam algum tipo de deficiência ou altas habilidades”. 

Além disso, “currículos flexíveis não demandam ‘adaptações específicas’ para alguns estudantes”, afirma Andréia, pois são estruturados para atender a diversas necessidades. Para a professora, o DUA “é uma estrutura capaz de guiar os educadores no planejamento de um ensino sem barreiras, com o objetivo de construir um ambiente instrucional rico e oferecer oportunidades de aprendizagem a todos os alunos, considerando suas mais diversas características”.

E-books gratuitos

O Portal de Livros Abertos da USP, inaugurado em 2016, é mantido pela Agência USP de Gestão da Informação Acadêmica (Aguia), com a reunião e divulgação dos livros digitais acadêmicos e científicos publicados pelas unidades, institutos, centros, museus e órgãos centrais da Universidade, de autoria ou organização de professores e especialistas. Todas as obras estão em acesso aberto neste link e texto completo sob licença Creative Commons 4.0.

Baixe o livro gratuitamente:

Desenho universal para a aprendizagem e ensino inclusivo na educação infantil
Autores: Claudia Daiane Batista Bettio, Ana Carolina Arruda Miranda e Andréia Schmidt
Edição: Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.