Fuvest 2018: o que você precisa saber sobre o vestibular da USP

Prova da primeira fase será realizada neste domingo, dia 26

Por - Editorias: Ingresso
Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

Arte sobre foto de Marcos Santos/USP Imagens

.

.
A partir das 13 horas deste domingo, 26 de novembro, começa o vestibular da USP 2018. Organizado pela Fuvest, a primeira fase do exame tem 137.581 candidatos inscritos, sendo 12.840 treineiros – estudantes do 1º e 2º ano do ensino médio.

Para o ano que vem, a Universidade oferece 8.402 vagas – 3.416 na área de Humanidades, 3.026 em Ciências Exatas e 1.960 em Ciências Biológicas – distribuídas em 182 cursos de graduação.

Além desse processo de seleção, a USP ainda disponibiliza 2.745 vagas ao Sistema de Seleção Unificada (Sisu), do Ministério da Educação (MEC). O processo de ingresso por esse sistema é administrado pela Pró-Reitoria de Graduação da USP.

Este será o primeiro vestibular realizado pela Universidade após a aprovação do sistema de cotas sociais e raciais. Um novo curso de Medicina também está entre as novidades para os vestibulandos.

O Jornal da USP reúne as principais informações sobre o vestibular Fuvest 2018 e as mudanças para o ingresso na Universidade.


O que tenho que saber sobre a prova

.

Onde faço o exame da Fuvest

A prova da Fuvest será aplicada em 105 escolas – 59 na região metropolitana de São Paulo e 46 no interior do Estado. Para conferir o endereço do seu local de prova, o candidato deve acessar o site da Fuvest e informar o nome, CPF ou o número de inscrição. A lista completa dos locais pode ser conferida neste link.

Saiba quais cidades receberão o vestibular e onde estão localizados os campi da USP

Onde a USP está:
São Paulo, Bauru, Lorena, Piracicaba, Pirassununga, Ribeirão Preto, São Carlos, Santos

Locais de prova:

Grande São Paulo: São Paulo, Barueri/Santana de Parnaíba, Carapicuíba, Guarulhos, Mogi das Cruzes, Osasco, Santo André, São Bernardo do Campo, São Caetano do Sul e Taboão da Serra
Interior: Barretos(*), Botucatu(*), Bauru, , Campinas, Fernandópolis(*), Franca, Jaú(*), Jundiaí, Limeira, Lorena, Marília(*), Mogi Mirim, Piracicaba, Pirassununga, Presidente Prudente, Ribeirão Preto, Santos, São Carlos, São José do Rio Preto, São José dos Campos, Sorocaba e Taubaté(*)


.

Recomendações para o candidato


.

Os cursos mais concorridos do vestibular 2018

Carreira 2017* 2018*
Medicina 63,04 135,7
Medicina – Bauru 105,9
Medicina – Ribeirão Preto 75,6 86,5
Curso Superior do Audiovisual          39,2 65,2
Psicologia 53,45 61,1
Relações Internacionais 46,7 51,9
Psicologia – Ribeirão Preto 37,1 47,0
Medicina Veterinária 32,0 40,34
Jornalismo 43,2 38,2
Publicidade e Propaganda 44,3 37,5

*Incorporando os candidatos não aprovados nas provas antecipadas de Habilidades Específicas de Artes Visuais, de Música ECA – São Paulo e de Música – Ribeirão Preto e que indicaram outra opção de carreira na inscrição

A lista completa com o número de vagas e número de inscritos em cada curso pode ser acessada no site da Fuvest
.

.

.

.

O que mudou para quem for estudar na USP a partir de 2018

Distribuição de vagas

Em 2018, a USP oferecerá um total 11.147 vagas nos seus cursos de graduação – 75 a mais do que no ano passado.

Cotas sociais e raciais

De 2018 a 2050, a USP reservará gradualmente suas vagas para estudantes de escolas públicas até atingir o porcentual de 50%, também haverá cotas para alunos autodeclarados Pretos, Pardos e Indígenas, no total de 37%. A reserva considerará, conjuntamente, os dois processos de seleção da Universidade: o vestibular da Fuvest e o Sistema de Seleção Unificada (Sisu).

100% de adesão ao Sisu

Para 2018, todas as 42 unidades da USP vão oferecer vagas via Sisu. Os tipos de vagas oferecidas são: exclusivas para alunos de escolas públicas (EP), estudantes de escolas públicas autodeclarados pretos, pardos e indígenas (PPI) e ampla concorrência (AC) disputadas por todos os candidatos que realizaram a prova do Enem.

.
Mudanças nos cursos

Medicina

A partir do ano que vem, a USP traz três opções de curso de Medicina. Além de Ribeirão Preto e São Paulo, Bauru é a outra cidade que terá a graduação. Serão 60 vagas no vestibular 2018, 42 delas via Fuvest e 18 pelo Sisu. A proposta é aumentar gradativamente o número de vagas, com 80 vagas em 2020 e 100 vagas a partir de 2021.

Biotecnologia

Um curso inédito na Universidade está disponível a partir de 2018. A Escola de Artes, Ciências e Humanidades (EACH), unidade da USP localizada na zona leste de São Paulo, terá o curso de graduação em Biotecnologia. Serão oferecidas 60 vagas, no período diurno, 18 serão para o Sisu e 42 para a Fuvest.

Clarone

Os candidatos ao curso de Música da USP poderão estudar mais um instrumento, o clarone. Ainda pouco conhecido no País, o clarone também é conhecido como clarinete baixo e é considerado um instrumento relativamente novo na história da música. O curso é o único do gênero oferecido na América Latina.

Relações Públicas

Até o último vestibular, Relações Públicas era uma habilitação do curso de Comunicação Social da Escola de Comunicações e Artes (ECA). Agora, passa a se chamar Bacharelado em Relações Públicas. A mudança não é apenas no nome: houve uma reforma curricular, adequando a grade às Diretrizes Curriculares Nacionais do curso.

Sistemas de Informação e Biblioteconomia

O Bacharelado em Sistemas de Informação, curso do Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC), em São Carlos, passou de 40 para 50 vagas. O Bacharelado em Biblioteconomia, oferecido pela Escola de Comunicações e Artes (ECA), passou de 15 para 20 vagas – a mudança é para o período matutino, equiparando o número de vagas oferecidas no período noturno.

Audiovisual

Neste ano, quem prestar o vestibular para o Curso Superior do Audiovisual da ECA não vai precisar realizar a prova de habilidade específica. Com a mudança, o curso pôde aderir ao Sisu e vai oferecer 11 vagas pelo sistema.
.
.

Livros da Fuvest analisados por professores da USP

.

.

.
.

 

.

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

Textos relacionados