Curso de Nutrição e Metabolismo da USP em Ribeirão Preto terá pós-graduação

Haverá vagas nos níveis de mestrado e doutorado em duas linhas de pesquisa: “Abordagem nutricional nas doenças” e “Nutrição e saúde”

Por - Editorias: Ingresso
Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail

O curso de Nutrição e Metabolismo da Divisão de Nutrologia da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP) da USP recebeu autorização da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), do Ministério da Educação, para a criação de seu próprio programa de pós-graduação. Serão oferecidos cursos nos níveis de mestrado e doutorado em duas linhas de pesquisa: “Abordagem nutricional nas doenças” e “Nutrição e saúde”.

O professor Anderson Marliere Navarro, coordenador do curso de Nutrição e Metabolismo, informa que o atual Plano Nacional de Pós-Graduação para o período de 2011 a 2020 prevê “grande crescimento para a área de nutrição no país”, pois considera que existe espaço para isso.

Para Navarro, a própria USP tem espaço para esse crescimento. Das 42 unidades da Universidade, 16 lecionam ou pesquisam em áreas como nutrição e ciências dos alimentos. Na graduação, são 255 disciplinas, e, na pós-graduação, são 236 disciplinas relacionadas com alimentação ou nutrição.

No entanto, segundo o professor, a USP possui apenas dois programas de pós-graduação na Faculdade de Saúde Pública (FSP) da USP; um na Faculdade de Ciências Farmacêuticas (FCF) da USP; e o outro envolvendo as Faculdades de Economia, Administração e Contabilidade (FEA) da USP, a FCF e FSP, unidades localizadas na capital. 

“Os números mostram que os programas de pós-graduação na área de alimentação e nutrição são poucos diante da dimensão e importância da USP na produção e disseminação de ciência e tecnologia no plano nacional e internacional”, afirma Navarro.

Ensino e pesquisa de excelência

A aprovação dos programas de pós-graduação do curso de Nutrição e Metabolismo nos níveis de mestrado e doutorado não surpreendeu aos professores do curso. A área de nutrição na FMRP tem seis décadas de história. Foi criada no final da década de 1950 e “se consolidou como importante centro formador de recursos humanos na área”, conta o professor.

Ele destacou ainda, como diferenciais para a aprovação do program em nutrição, a quantidade de pesquisadores que trabalha com nutrição e metabolismo nas unidades da USP em Ribeirão Preto. Também ressalta a importância da proximidade com o Hospital das Clínicas da FMRP e a inexistência, na USP, de pós-graduação em Nutrição Clínica.

O objetivo do novo programa de pós-graduação é o fortalecimento científico e tecnológico da área na FMRP, agregando grupos de diferentes profissões, além de aprimorar profissionais da área de saúde, “formando docentes pesquisadores para a qualidade e relevância no campo da nutrição”.

No início, os cursos de pós-graduação terão professores de três departamentos da FMRP (Clínica Médica, Medicina Social e Pediatria) e uma, da Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto (EERP) da USP.

As aulas começam em março de 2017 e os interessados nas vagas (ainda não definidas, mas dirigidas a profissionais da área de saúde) deverão se inscrever no processo seletivo, ambos previstos para novembro deste ano. Futuramente, todos os detalhes do processo estarão disponíveis no site da pós-graduação da FMRP.

Rita Stella/Serviço de Comunicação Social do Campus de Ribeirão Preto

 

 

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail

Textos relacionados