Impactos da pandemia nas periferias são tema de curso com participação de professores da USP

Com inscrições gratuitas até o dia 9 de maio, o curso, que também discute soluções para a crise da covid-19 nas regiões periféricas, será realizado pela internet todas as terças, de 12 de maio a 7 de julho

Periferias são os locais mais impactados pela crise da covid-19 – Foto: Dornicke via Wikimedia Commons

.
Discutir os impactos e as possíveis saídas da crise causada pela pandemia do novo coronavírus a partir da experiência das regiões periféricas brasileiras é o objetivo do curso on-line Entender o mundo hoje: lições da pandemia para as periferias. Com inscrições abertas até o dia 9 de maio, serão nove encontros temáticos semanais com especialistas de várias instituições e ativistas engajados em temas urgentes para entender e agir diante da crise sanitária, social, política, econômica e cultural pela qual o País passa. As aulas serão realizadas do dia 12 de maio a 7 de julho, sempre às terças-feiras, das 19 às 21 horas, com abertura no dia 5 de maio. O curso é gratuito e tem emissão de certificado aos participantes.

A organização do evento tem a participação de professores da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH) da USP e a realização é do projeto Universidade Emancipa – que faz parte do movimento social de educação Rede Emancipa –, com apoio também da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ). Da FFLCH, vão participar os docentes Daniela Mussi e Ruy Braga, respectivamente, dos Departamentos de Ciência Política e de Sociologia. Há ainda a participação do professor do Instituto de Psicologia (IP) da USP Christian Dunker, e dos pesquisadores Jenny del Rosa, da Escola de Comunicações e Artes (ECA), e Matheus Falcão, da Faculdade de Direito (FD).

As aulas do curso pretendem chegar especialmente aos educadores populares, professores e estudantes de escola pública e ativistas. “Em poucos dias registramos 2 mil inscrições no curso, de todo o Brasil e mesmo de fora do País, do México, Estados Unidos, Espanha, Canadá. Apesar do número alto, as inscrições continuam abertas. Esse é um tema imprescindível, especialmente para a população periférica, que é quem mais sofre com a pandemia que estamos enfrentando”, destaca Daniela Mussi, professora do Departamento de Ciência Política da FFLCH e uma das organizadoras do evento.

.

Programação


5 de maio
Abertura – O que a crise do coronavírus ensina sobre o capitalismo?

12 de maio
Aula 1: Crise social, isolamento e saúde mental

19 de maio
Aula 2: A saúde pública e a defesa do SUS hoje

26 de maio
Aula 3: Emprego e renda na crise do coronavírus

2 de junho
Aula 4: A privação da liberdade no contexto de pandemia

 

9 de junho
Aula 5: Violência, trabalho e saúde das mulheres na crise do coronavírus

16 de junho
Aula 6: A saúde e dignidade de imigrantes e refugiados no Brasil hoje

23 de junho
Aula 7: A necropolítica no Brasil ontem e hoje

30 de junho
Aula 8: Pandemia e urbanização precária

7 de julho
Encerramento: Como pensar a educação em tempos de pandemia?

Inscrições e programação completa: clique aqui

.

Com informações de Eliete Viana / Comunicação da FFLCH-USP

.

.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.