USP oferece curso de audiodescrição em comunicações visuais

Inscrições podem ser feitas de 19 de fevereiro a 7 de março na Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas

Por - Editorias: Extensão
  • 10
  •  
  •  
  •  
  •  
Em primeiro plano, uma pessoa aponta um controle remoto para uma TV que está ao fundo. A imagem ao fundo está borrada, impedindo identificar o programa passando na televisão.
A audiodescrição é fundamental para a comunicação de deficientes visuais – Foto: Arquivo/EBC

A USP está com inscrições abertas para o curso Princípios Básicos de Audiodescrição – uma abordagem teórico-prática. A audiodescrição é uma ferramenta narrativa que transmite informações compreendidas visualmente para cegos e deficientes visuais, como, por exemplo, expressões faciais e corporais, ambiente, figurinos, efeitos especiais etc. Ela é frequentemente usada pela televisão, cinema e outros meios de comunicação visual.

Vinculado ao Centro Interdepartamental de Tradução e Terminologia (Citrat), da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH), as inscrições estão abertas de 19 de fevereiro a 7 de março. De acordo com Ana Julia Perrotti-Garcia, professora do curso do Citrat para o primeiro semestre de 2018, o curso pretende trazer um consultor com treinamento em audiodescrição, porém cego.

“O consultor é completamente dependente da audiodescrição e pode ajudar em situações que poderiam ser ambíguas. A intenção é aprimorar e aprofundar a capacidade audiodescritiva dos alunos através da interação real com alguém que necessita dela como seus olhos”, explica Ana Julia.

A consultoria é necessária devido à ausência de deficientes visuais nas aulas, já que, segundo Ana, a grande maioria dos alunos do curso são pessoas que buscam adquirir conhecimento na área para aplicar em suas profissões, como teatro, museus e aulas. “Nunca houve no curso um aluno deficiente visual, mas se houvesse, pela estrutura das aulas, eles seriam como consultores, mas com o intuito também de aprender.”

O curso oferece cinco aulas presenciais, uma por semana, com duração de três horas, e com turmas de 20 a 30 alunos. Segundo Ana, “as aulas se dividem em duas partes, sendo a primeira para dar embasamento teórico ao aluno, e a segunda, uma atividade prática.”

As aulas ocorrerão de 9 de março a 13 de abril, às sextas-feiras, das 13h30 às 16h30, no Prédio de Letras, na FFLCH, localizada na Av. Prof. Luciano Gualberto, 403, campus Cidade Universitária, São Paulo.

Para o público geral, o investimento é de R$ 300,00; para alunos da FFLCH, o valor é R$270,00; para professores da rede pública, maiores de 60 anos, monitores bolsistas e estagiários da FFLCH, R$ 150,00; já para docentes e funcionários da FFLCH o curso é gratuito.

São oferecidas ainda quatro bolsas, sendo uma para professor, uma para aluno e uma para funcionário, todos da USP, além de uma bolsa para pessoas maiores de 60 anos. As inscrições para as bolsas vão até 18 de fevereiro e o resultado sairá em março.

Matrículas: 19 de fevereiro  a 7 de março

Inscrições para bolsas: abertas até 18 de fevereiro; resultado em 7 de março

Para mais informações, acesse o site do curso.

  • 10
  •  
  •  
  •  
  •  

Textos relacionados