Robótica ajuda no ensino de física e matemática de forma lúdica

Centro de Inclusão Social da USP, em São Carlos, recebeu doação de equipamento que será utilizado por adolescentes

Por - Editorias: Extensão
  • 239
  •  
  • 10
  •  
  •  
Braço robótico está entre os itens do kit educacional doado pela empresa Anacom Eletrônica – Foto: Marília Ruberti/SEL

.
Ensinar física e matemática de forma lúdica, além de contribuir com a formação de jovens de baixa renda. Foi com esse propósito que o Centro de Inclusão Social (CIS) da USP, em São Carlos, recebeu a doação de um kit educacional de robótica da empresa Anacom Eletrônica, em junho.

Entre os itens doados estão: tablet, livro digital, DVD, quadricóptero, braço e esfera robótica, robô móvel e outros acessórios. Por meio de metodologias mais atraentes, a ideia é proporcionar aos alunos participantes do CIS um aprendizado mais interativo com a utilização dos novos equipamentos. Aulas de álgebra, geometria e, posteriormente, pré-cálculo também estão no cronograma do centro.

Ao longo do segundo semestre deste ano, os jovens serão desafiados a desenvolver diversas atividades com o kit robótico e, os que obtiverem melhor desempenho, poderão concorrer a uma grande novidade a partir de 2019: bolsas de iniciação científica.

Os recursos serão oferecidos pelo Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia para Sistemas Autônomos Cooperativos, sediado no Departamento de Engenharia Elétrica e de Computação (SEL) da Escola de Engenharia de São Carlos (EESC) da USP, sob a coordenação do professor Marco Henrique Terra.

Centro de Inclusão Social da USP recebeu doação de kit educacional de robótica – Foto: Marília Ruberti/SEL

.
Atualmente, os adolescentes do Centro de Inclusão Social já contam com diversos materiais e iniciativas gratuitas, como aulas de inglês, física e informática, além de acesso ao acervo da biblioteca da área 2 do campus da USP, em São Carlos.

Coordenado pelos professores José Marcos Alves e Carlos Goldenberg, ambos do SEL, o CIS de foi criado em 2015. O objetivo é promover educação para comunidades em situação de vulnerabilidade socioeconômica, especialmente as localizadas no entorno da Universidade.

Outros dois professores do departamento também participam da iniciativa: João Navarro Junior, responsável pela disciplina Física do Cotidiano na Construção da Cidadania e Maximiliam Luppe, coordenador do Laboratório de Introdução à Informática para alunos do ensino fundamental.

O centro conta ainda com o apoio institucional da Prefeitura do Campus (PUSP-SC), da EESC, do Instituto de Ciências Matemáticas e da Computação (ICMC), do Instituto de Física de São Carlos (IFSC), do Instituto de Química de São Carlos (IQSC), do Instituto de Arquitetura e Urbanismo (IAU), do Centro de Divulgação Científica e Cultural (CDCC), do Centro de Pesquisa em Óptica e Fotônica (Cepid – Fapesp), do Centro de Matemática e Estatística Aplicadas à Indústria (Cepid – CeMEAI), da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) e de empresas como a Anacom, Pearson Educaton Brasil, Intel, Cisco e Projeto Novo Guia/Pet Terapia.

Da Assessoria de Comunicação do SEL

  • 239
  •  
  • 10
  •  
  •  

Textos relacionados