Portal colaborativo traz orientações sobre a reabilitação após AVC

Site Rede ReabAVC foi criado pela professora Camila, da USP, e conta com a participação de profissionais da saúde de todo o País

Por - Editorias: Extensão
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Imagem do Portal ReabAVC – Foto: Reprodução

Fornecer, de maneira gratuita e acessível, informações sobre acidente vascular cerebral, conhecido como AVC, para pacientes, familiares, cuidadores e profissionais especializados. Essa é a proposta do portal Rede ReabAVC, lançado em janeiro. O projeto foi idealizado pela professora Camila Torriani-Pasin, da Escola de Educação Física e Esporte (EEFE) da USP, em São Paulo, e obteve verba do primeiro Edital Santander de Direitos Fundamentais e Políticas Públicas, em parceria com a Pró-Reitoria de Cultura e Extensão da USP.

Entre os materiais disponíveis, encontra-se uma cartilha de orientações em saúde para pessoas com AVC. Essa cartilha foi desenvolvida pela equipe coordenada pela professora e aborda diversos aspectos da doença, fatores de risco, alimentação, prática de exercícios físicos, adaptações que podem ser feitas em casa para resolver problemas do dia a dia, dicas de segurança, entre outros. O material pode ser impresso e compartilhado.

O site é alimentado por pesquisadores renomados de todas as regiões do País e especializados em diversas áreas da saúde: fisioterapia, fonoaudiologia, medicina, enfermagem, terapia ocupacional, educação física, psicologia e nutrição. O conteúdo é apresentado em linguagem simples e direta, no formato de texto ou vídeo, como abaixo:

Além das orientações e informações, a Rede ReabAVC possui um espaço para os pacientes enviarem suas histórias e compartilharem suas dificuldades e superações. As pessoas que trabalham na área também podem se cadastrar. Futuramente, será disponibilizado um banco de dados e serviços desses profissionais especializados.

A ideia do projeto surgiu a partir de uma demanda dos frequentadores do curso comunitário Educação Física para Adultos com Comprometimento Neurológico: Reabilitação, promovido pela Escola de Educação Física e Esporte da USP.

Os participantes sentiam a necessidade de ter acesso a mais informações sobre sua condição de saúde, por meio de atividades complementares aos treinos semanais realizados na EEFE. A partir daí, a professora Camila Torriani-Pasin estruturou o Curso de Educação em Saúde, voltado a todos os interessados em informações sobre o AVC. A Rede ReabAVC é uma forma de disseminar as informações desse curso à população do País.

A professora explica que o “portal será constantemente atualizado com novos conteúdos e materiais produzidos pela ampla equipe que compõe a rede. Além disso, em uma área restrita do site, os membros pesquisadores da rede pretendem compor um banco de dados sobre pacientes com AVC. O objetivo é agregar essas informações e, futuramente, realizar um estudo epidemiológico, estabelecendo um perfil sociodemográfico, econômico e clínico dos pacientes brasileiros”.

Para conhecer a Rede ReabAVC, basta acessar http://www.reabavc.com.br/

Da Assessoria de Comunicação da EEFE

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Textos relacionados