Manual aborda doenças em plantas e formas de controle

Livro de fitopatologia tem edição de professores da USP em Piracicaba e traz conteúdo atualizado

Por - Editorias: Extensão
Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail
Foto: Ricardo Giaviti via Flickr – CC

.
A história, a importância e o conceito de doença das plantas e os controles químico, biológico, cultural e físico estão entre as informações presentes no Manual de Fitopatologia Volume 1: Princípios e Conceitos, da Editora Ceres. Lançado no dia 9 de abril, o livro está na sua quinta edição, sob a responsabilidade de Lilian Amorim, Jorge Rezende e Armando Bergamin Filho, professores do Departamento de Fitopatologia e Nematologia da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (Esalq) da USP em Piracicaba.

A primeira edição do manual foi lançada há 50 anos. O livro passou a ser dividido em dois volumes a partir da segunda edição, sendo o primeiro direcionado aos princípios teóricos e conceitos da fitopatologia e o segundo destinado às doenças de plantas cultivadas.

Imagem: Reprodução / Editora Ceres

Todos os capítulos foram atualizados e, além disso, foram inseridos quatro novos capítulos, diagramas coloridos e uma série de fotos. “Também fizemos importantes mudanças no layout. Como esse manual foi impresso colorido, pudemos ilustrá-lo muito mais do que nas versões anteriores. Parece um livro novo”, disse Lilian Amorim.

Para o professor Luis Eduardo Aranha Camargo, do Departamento de Fitopatologia e Nematologia, “é um trabalho de muita importância para o ensino não só de pós-graduação como de graduação também. Cada vez mais as pessoas se preocupam em publicar artigos científicos, mas esquecem do valor de publicações nesse formato”, disse.

O vice-diretor da Esalq, professor Durval Dourado Neto, contou que o livro é adotado e citado em muitas pesquisas, e referência para estudantes e pesquisadores. “Eu utilizei esse livro várias vezes e o citei em muitos dos meus estudos. É um livro bastante consultado em outras universidades. É uma honra e uma satisfação ter uma obra dessas nesse departamento.”

Lilian Amorim exaltou a contribuição de todos os colaboradores e falou sobre a importância de lançar essa edição 50 anos após o lançamento do primeiro manual. “É uma realização para nós. Uma obra muito importante e, em português, a única no Brasil para alunos de pós-graduação e graduação.”

Clique aqui para acessar a quinta edição do Manual de Fitopatologiavolume 1 – Princípios e Conceitos.

Caio Nogueira/ Da Assessoria de Comunicação da Esalq

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

Textos relacionados