Jornada de ciências traz capacitação para professores da rede pública de SP

Ação é voltada para as cidades de Jacareí, Jundiaí, Hortolândia e Guarujá; treinamento será com professores da Poli USP

Por - Editorias: Extensão - URL Curta: jornal.usp.br/?p=203943
  • 211
  •  
  •  
  •  
  •  
A capacitação inclui encontros periódicos presenciais e a distância, no qual os pesquisadores do LSI-TEC da Escola Politécnica da USP fornecerão ferramentas que vão auxiliar os professores nos projetos científicos – Foto: Marcos Santos/USP Imagens

Já estão abertas as inscrições para a Jornada de Ciências Dow, uma parceria inédita do Laboratório de Sistemas Integráveis Tecnológico (LSI-TEC) da Escola Politécnica (Poli) da USP e da empresa Dow Química.

O programa é gratuito e dirigido aos professores da educação básica e técnica de qualquer área de atuação da rede pública de ensino, atuantes nos municípios de Jacareí, Jundiaí, Hortolândia e Guarujá. As inscrições para as 100 vagas disponíveis podem ser feitas até 26 de novembro pelo site da Febrace.

Há ainda 20 vagas adicionais para professores dos municípios adjacentes: Arujá, Guararema, Igaratá, Santa Branca e Santa Isabel, Sumaré e Paulínia, Campo Limpo Paulista, Itatiba, Itupeva, Jarinu, Louveira, Várzea Paulista, Bertioga, Cubatão, Guarujá, Santos e o município de São Paulo (Capital).

O curso se inicia em março de 2019 e o objetivo é qualificar professores nas áreas STEM – Ciência, Tecnologia, Engenharia e Matemática. A capacitação inclui encontros periódicos presenciais e a distância, nos quais os pesquisadores da Escola Politécnica da USP fornecerão ferramentas que vão auxiliar os professores nos projetos científicos.

Durante o curso, eles poderão orientar seus alunos em projetos inovadores e na investigação científica – com métodos, materiais, fontes de consulta e apresentação de resultados –, estimulando a propagação do conhecimento com os estudantes.

A carga horária é de 110 horas, sendo 21 horas de atividades presenciais, seis horas de apoio virtual, 30 horas para realização do curso na plataforma Apice- Aprendizagem Interativa em Ciências e Engenharia – e 53 horas para orientação de projetos de alunos.

No final do curso, os projetos desenvolvidos serão exibidos em uma mostra virtual. Um comitê de avaliação, formado por funcionários da Dow, vai escolher os melhores, com base nas competências e habilidades dos estudantes, e indicá-los para a Feira Brasileira de Ciências e Engenharia (Febrace) 2020.

A parceria da Dow com o Laboratório de Sistemas Integráveis Tecnológico (LSI-TEC) da Poli está alinhada à estratégia de cidadania corporativa da empresa, que prevê, entre seus focos de atuação, desenvolver iniciativas que buscam despertar o interesse e melhorar a preparação dos alunos nas áreas da ciência, tecnologia, engenharia e matemática, por meio de parcerias estratégicas. Para isso a Dow colabora com governos, ONGs, corporações e instituições educacionais para promover o desenvolvimento das comunidades em que atua.

“Por meio dessas ações, a Dow reforça sua missão de contribuir com a inclusão das ciências nas comunidades em que a empresa atua”, afirma Fábio Mendes, especialista em Cidadania Corporativa da Dow.

Da Assessoria de Comunicação da Jornada de Ciências Dow

  • 211
  •  
  •  
  •  
  •  

Textos relacionados