Festival de pipas reuniu famílias de São Carlos no campus da USP

Ação envolveu ainda provas de corrida, interação com artistas circenses e atendimento estético

Por - Editorias: Extensão
Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail
Com o tema Sem cerol é legal, festival incentivou o uso correto e sem riscos da pipa nas brincadeiras

 

Um dia bastante diferente na Área 2 do campus da USP em São Carlos. Foi assim no último domingo, dia 27, quando cerca de 600 crianças, jovens e adultos participaram de oficinas e festival de pipas, provas de corrida de velocidade e interações com atores circenses. O público pôde participar ainda de dinâmicas sobre o meio ambiente e ter atendimentos de beleza e estética.

A aproximação da Universidade e da comunidade foi o principal objetivo do evento organizado conjuntamente pela Prefeitura do Campus USP de São Carlos (PUSP-SC) e pela ONG Formiga Verde.

Luciana de Melo Trevisan dos Santos, moradora do bairro Santa Felícia, levou as duas filhas, de 7 e 8 anos, para participar das atividades. “Um evento como este é muito importante para o desenvolvimento das crianças, porque hoje elas estão deixando de brincar para ficar na rua. Projetos como esse fazem uma grande diferença.” Luciana também destacou a relevância de incentivar as crianças e jovens a acreditarem que podem estudar em uma universidade pública como a USP.

 

Além do festival de pipas, evento também contou com provas de corrida e outras atividades

 

Outro participante que acompanhou os filhos nas atividades foi o contador Alex Stefane. Ele destacou que era “uma oportunidade bastante interessante. As crianças puderam aprender várias coisas sobre meio ambiente, química”.

Professores e funcionários da USP, como Dilvan de Abreu Moreira, docente do Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC), também estiveram presentes. “Foi muito legal vivenciar esses momentos com as crianças”, afirmou.

Com o tema Sem cerol é legal, o festival de pipas teve mais de 100 inscritos e incentivou o uso correto e sem riscos da pipa nas brincadeiras das crianças, jovens e adultos. Foram premiadas com troféu as pipas feitas artesanalmente nas categorias: maior,  menor,  original e destaque. Todas as crianças inscritas receberam medalha de participação.

Rodeney de Santi, da ONG, destacou também “a importância da apropriação dos espaços públicos, como a USP, pela comunidade. E é muito satisfatório ver que ela acolheu a nossa proposta, o que tornou esse evento maravilhoso”.

 

Crianças tiveram oficina de confecção de pipas

 

O secretário municipal de Esportes e Lazer, Edson Aparecido Ferraz, também esteve na Área 2 e relembrou as brincadeiras de infância e como elas contribuem para a integração social e familiar.  “Primeiramente temos que parabenizar a USP e a ONG Formiga Verde, idealizadoras deste evento. É um momento muito importante, porque faz a interação popular, revivendo brincadeiras do passado e fortalecendo o laço familiar, com a participação de crianças, jovens, pais e avós.”

Para Emanuela Pap da Silva, da Comissão Interna para Gestão da Qualidade e Produtividade – Subcomissão Inclusão Social – da PUSP-SC, “sem dúvidas o objetivo da ação foi alcançado. Tivemos a área toda do evento ocupada e pudemos ver a integração das famílias, envolvendo pais e filhos numa atividade recreativa e de lazer. Ouvimos de muitos participantes que aquela era a ‘a primeira vez no campus’ e isto demonstra a importância de eventos como esse, que estimulam a integração entre Universidade e comunidade. Podemos ressaltar ainda quão positivo foi o estabelecimento dessa rede de parceiros, que podem contribuir para ações futuras.”

O evento foi promovido pela PUSP-SC em parceria com a ONG Formiga Verde e contou com o apoio financeiro para realização do Grupo Faber Castell – Projetos Imobiliários. Também colaboraram com o evento entidades como o Senac São Carlos, Associação São-Carlense de Atletismo, Associação Cultural Estação do Circo (Acec), Saúde da Família – Bairro Santa Angelina, Rotary Club de São Carlos – Bandeirantes, Grupo de Jovens Hebron, GEISA, Sanca Social, Encactus Caaso, AISEC e Secretaria Acadêmica da Engenharia Aeronáutica.

Da Assessoria de Comunicação da PUSP-SC – Fotos de Edmilson Luchesi e Suzana Xavier
Veja mais em Domingo de pipas, diversão e serviços à comunidade

 

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

Textos relacionados