Evento busca aproximar cientistas e empresas da área de biomedicina

No dia 13 de novembro, em São Paulo, o AIMday USP Biomedicina Terapêutica promove interações entre diferentes setores

Por - Editorias: Extensão - URL Curta: jornal.usp.br/?p=206497
  • 275
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Marcos Santos / USP Imagens

.
Aproximar as empresas da Universidade, permitindo parcerias e projetos. Essa é a proposta do AIMday USP Biomedicina Terapêutica que será realizado no dia 13 de novembro, na Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade (FEA) da USP, em São Paulo.

Organizado pela Agência USP de Inovação, o evento abordará as maiores questões que o mercado possui a respeito da biomedicina terapêutica, convidando para essa interação empresas, pesquisadores da Universidade, organizações públicas e privadas. O evento dividirá os participantes em grupos, nos quais ocorrerão as discussões por cerca de uma hora.

O setor de biomedicina representa uma oportunidade econômica, tanto para o desenvolvimento de tecnologias pelos pesquisadores, como o investimento de empresas e iniciativa privada. Em 2016, o País teve um déficit de R$ 10 bilhões no Complexo Econômico Industrial de Saúde (Ceis), o que evidencia uma deficiência tecnológica e uma necessidade de aumentar projetos no setor.

As inscrições estão abertas, havendo vagas para empresas e pesquisadores que queiram participar do evento. Para garantir o seu lugar, basta entrar neste link.

.
Projeto Listo

O AIMday USP Biomedicine 2018, faz parte do projeto Listo (Latin American and European Cooperation on Innovation and Entrepreneurship), uma cooperação internacional no âmbito do Erasmus+ capacity building project – Key Action 2, com foco em relações universidade-empresa, educação empreendedora e estratégias da universidade para inovação.

A ideia principal é facilitar o contato entre a universidade e as empresas, por troca de experiências e compartilhamento de conhecimento, para que dessa forma, sejam alavancados e contribuam para a sociedade.

A metodologia do AIMday foi desenvolvida pela Universidade de Uppsala (Suécia) e compartilhada com a USP e demais participantes do projeto Listo.

Da Agência USP de Inovação 

  • 275
  •  
  •  
  •  
  •  

Textos relacionados