USP tem MBA a distância em Gestão de Área Contaminada

MBA oferecido pela Escola Politécnica (Poli) é pago e as inscrições devem ser feitas até 10 de setembro

Curso possui modalidade a distância e encontros presenciais – Foto: Pixabay-CC

A Escola Politécnica (Poli) da USP, em São Paulo, está oferecendo curso de pós-graduação a distância para profissionais com formação superior interessados na área ambiental e em aprofundar seus conhecimentos sobre questões relacionadas a áreas contaminadas, desenvolvimento urbano sustentável e revitalização de brownfields.

Trata-se de um MBA que possui como objetivo capacitar e habilitar os profissionais a utilizarem métodos inovadores. Destinado, principalmente, a engenheiros, tecnólogos e gestores públicos, por exemplo, a programação das aulas conta com temas como caracterização e composição dos solos brasileiros, legislação ambiental e avaliação ecotoxicológica.

O MBA é composto de 20 disciplinas que apresentam videoaulas gravadas, videoconferência, fóruns e chats. Para ser aprovado, o aluno precisará obter, no mínimo, nota 7,0 e possuir presença mínima de 75%. A frequência do estudante será contabilizada a partir de sua participação nas atividades propostas e nos encontros presenciais que ocorrerão semestralmente no campus da USP em São Paulo, ou nos polos presenciais, a serem definidos no início do curso em função do perfil geográfico da turma.

Ao longo de todo o curso, os alunos contarão com tutores e docentes que os acompanharão diariamente em todas as atividades propostas. O curso possui duração de 360 horas, ao longo de 18 meses, e a monografia deve ser feita em seis meses. O valor da matrícula é R$ 674,00 e a mensalidade é o mesmo valor em 23 parcelas. Os interessados no MBA devem realizar a matrícula até o dia 10 de setembro. As aulas estão previstas para começar em outubro.

Mais informações: https://mbagac-info.larc.usp.br, e-mail mbagac2@larc.usp.br e Whatsapp (11) 99661-5747

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.