Especialistas mostram em evento on-line como se iniciar na área de ciência de dados

De 17 a 19 de novembro, workshop liderado por mulheres vai mostrar na prática como funcionam algumas tarefas do dia a dia de um cientista de dados; objetivo também é incentivar o ingresso na carreira de tecnologia

Workshop quer desmistificar a área de data science e ajudar quem pretende se iniciar na área – Foto: Reprodução/ WiDS USP

.

Para inspirar e gerar conhecimento na área de ciência de dados, além de incentivar mulheres a ingressarem nessa carreira, a iniciativa global Women in Data Science (WiDS), com apoio da USP, vai realizar um workshop entre os dias 17 e 19 de novembro com transmissão gratuita a partir das 19 horas pelo Youtube. Os links para acesso ao workshop serão enviados no e-mail dos que fizerem inscrição pelo formulário on-line e divulgados pelo Facebook alguns dias antes do evento, neste link.

No Brasil, o evento é organizado pelo Clube Minerva, grupo de engenheiras que faz parte da Associação de Engenheiros Politécnicos (AEP) da Escola Politécnica (Poli) da USP, que busca promover a equidade de gêneros em posições de liderança no mercado profissional. Todas as atividades do workshop são lideradas por mulheres atuantes na área.

“O objetivo do workshop é desmistificar a área de data science e dar um ’empurrãozinho’ para quem está começando. Mostraremos a prática de como funcionam algumas tarefas do dia a dia de uma cientista de dados e abordaremos assuntos importantes para o desenvolvimento pessoal. Além disso, mostrar o trabalho de mulheres na área traz a representatividade que precisamos para abrir caminho e inspirar outras mulheres” explica Renata Sousa, membro do Clube Minerva e embaixadora WiDS USP.

Os participantes podem acompanhar o workshop assistindo aos vídeos e também aplicando conhecimentos em atividades on-line. Numa delas, serão utilizados os dados abertos do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), disponibilizados pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Anísio Teixeira (Inep), e as participantes irão desenvolver um modelo de predição para fazer uma previsão da nota de Matemática de um aluno com base em alguns atributos. Além disso, também vão desenvolver uma aplicação web onde um usuário poderá inserir atributos e o sistema mostrará uma previsão da nota com base no desempenho de alunos com perfil similar.

Para participar de algumas atividades é necessário ter noções sobre o uso de estruturas condicionais (if, else) e ter contas ativas no serviço gratuito Gmail para o uso do Google Colab e no GitHub, plataforma para hospedagem de dados.

.

.

A programação do evento está organizada em três partes:

Dia 17 de novembro – Módulo de Habilidades Pessoais – “Lugar de Mulher”

– Determinismo Biológico – Elidamar Nunes
– Síndrome da Impostora – Carolina Portela
– Soft e Hard Skills – Mari Kobayashi
– Algoritmos Enviesados – Danielle Monteiro

Dia 18 de novembro – Módulo Técnico – “Mão na Massa” – Parte 1
Com Déborah Mesquita e Fernanda Santos

– Essa tal de Data Science – Entendendo o processo
– Dados? Que dados? – Encontrando e limpando os dados
– Visualizing -Visualizando os dados

Dia 19 de novembro – Módulo Técnico – “Mão na Massa” – Parte 2
Com Déborah Mesquita e Fernanda Santos

– Hands-On – Modelos de predição e como escolher o algoritmo mais adequado para seu projeto
– Funciona? – Avaliando se o modelo está bom
– Let’s deploy – Colocar no servidor e implantar modelo para usuário

.

Women in Data Science (WiDS)
17 a 19 de novembro de 2020, a partir das 19 horas

Para receber os links de transmissão inscreva-se pelo formulário on-line  e acompanhe a página do Facebook neste link

Para se inscrever e obter mais informações deste e de outros projetos do Clube Minerva, basta acessar a página do grupo.

.
Com informações da Comunicação da Escola Politécnica (Poli) da USP

.

.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.