Engenharia de São Carlos oferece cursos em convênio com o Paraguai

A parceria com ministério paraguaio resulta na criação de cursos de especialização na USP

Por - Editorias: Universidade
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Vista aérea da área norte do campus de São Carlos. Foto: Masaki Kawabata Neto / USP Imagens
.
A Escola de Engenharia de São Carlos (EESC) da USP celebrou um convênio com o Ministério de Obras Públicas e Comunicações do Paraguai (MOPC) para o oferecimento de dois cursos na modalidade Especialização, com foco nas áreas de Saneamento e Recursos Hídricos e Infraestrutura de Transportes. As aulas tiveram início em março e serão concluídas em dezembro de 2018.
 
Planejados desde 2015, os cursos são pioneiros na USP. Com uma carga didática de 720 horas, sendo 600 horas aula e 120 de Trabalho de Conclusão de Curso, as ofertas representam um modelo experimental para a criação de programas internacionais de residência em engenharia na USP. No total, os cursos contam com 60 discentes, 30 em cada área.
 
O curso de capacitação em Saneamento e Recursos Hídricos é coordenado pelo professor do Departamento de Hidráulica e Saneamento (SHS), Edson Cezar Wendland, e a capacitação em Infraestrutura de Transportes é coordenada pelo docente do Departamento de Engenharia de Transportes (STT), José Leomar Fernandes Júnior.
 
Outros dados sobre os cursos podem ser obtidos através do contato com os professores Wendland, no e-mail ew@sc.usp.br, ou Fernandes, por meio do endereço leomar@sc.usp.br.
Assessoria de Comunicação da EESC
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Textos relacionados