Cursos de Fonoaudiologia da USP participam do Dia Mundial da Audição da OMS

OMS faz campanha e aplicativo voltados à saúde auditiva, um problema de saúde pública mundial. Conteúdos na Wikimedia têm participação de cursos de Fono da USP

Editorias: Universidade - URL Curta: jornal.usp.br/?p=243397

A surdez está no topo da lista entre as doenças mais incapacitantes e de maior impacto no índice de qualidade de vida, segundo relatórios da Organização Mundial da Saúde (OMS). Aproximadamente 500 milhões de pessoas no mundo têm surdez moderada e/ou severa. Até 2050, 900 milhões de pessoas poderão sofrer com o problema, o que representará 1 em cada 10 habitantes do planeta com algum nível de perda auditiva. Esses números expressivos impulsionaram um redirecionamento das estratégias de Saúde Pública da OMS. Além disso, uma campanha anual, com a participação de instituições e universidades em todo o mundo, vem divulgando a importância do cuidado com a saúde auditiva.

Com o tema Check your hearing! (Cheque sua audição!), o Dia Mundial da Audição de 2019, comemorado no dia 3 de maio, contou com ações do Laboratório de Investigação Fonoaudiológica em Identificação e Prevenção de Perdas Auditivas, coordenado pela professora Alessandra Samelli, do curso de Fonoaudiologia da Faculdade de Medicina da USP (FMUSP). O laboratório integrou as atividades do Wikipedia Edit-a-Thon on Hearing Loss, com a edição de conteúdos relacionados a serviços de saúde auditiva, testes auditivos, intervenções preventivas e de tratamento, que integraram a plataforma Wikipedia em vários idiomas.

A ação ocorreu nos Estados Unidos, Canadá, Reino Unido, França, Itália e Brasil e teve apoio, entre outas instituições de renome, do National Institute for Occupational Safety and Health (NIOSH), dos Estados Unidos. Entre os parceiros brasileiros estão a Faculdade de Odontologia (FOB) da USP em Bauru, a Universidade Federal de São Carlos e a Universidade do Rio Grande do Norte (UFRN).

Aplicativo

Em 2019, foram registrados 291 eventos e atividades em 81 países voltados ao tema da saúde auditiva, que serão descritos no relatório anual da OMS. Entre as iniciativas da campanha de 2019, a OMS lançou o “hearWHO“, um aplicativo gratuito para dispositivos móveis que permite que as pessoas chequem as condições de sua audição. Uma série de materiais educativos foram disponibilizados pela OMS em diversas línguas, destacando a importância da intervenção precoce para prevenir a perda auditiva.

Os resultados da ação já podem ser vistos pelo link do Wikimedia dashboard. Durante o período dos eventos, foram editados 90 artigos, criados sete novos artigos sobre temas relacionados à audição e realizadas doações de 21 imagens para a plataforma Wikimedia Commons. Participaram 66 editores e foram adicionadas 74 mil palavras em diversas línguas, incluindo o português. Mais de dois milhões de pessoas em todo o mundo já visualizaram os artigos, o que trouxe importante contribuição para a divulgação das questões da saúde auditiva.

Os conteúdos e materiais da campanha de 2019 da OMS podem ser vistos pelo link.

Da Assessoria de Comunicação da FMUSP

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.


  •  
  •  
  •  
  •  
  •