Zélia Chiarottino receberá título de Professora Emérita

Cerimônia do Instituto de Psicologia da USP será no dia 13 de junho, no campus Cidade Universitária, em São Paulo

  • 17
  •  
  •  
  •  
  •  
Professora do Instituto de Psicologia Zélia Ramozzi Chiarottino – Foto: Cecília Bastos/USP Imagens

.
No dia 13 de junho, às 15 horas, o Instituto de Psicologia (IP) da USP realiza sessão solene da Congregação na qual será outorgado o título de Professora Emérita à Zélia Ramozzi Chiarottino

A trajetória acadêmica da professora Zélia Ramozzi Chiarottino tem início em 1958, com a graduação em Filosofia na USP. Em 1967, concluiu o mestrado em Filosofia da Ciência na Université d’Aix-Marseille, na França; e, em 1970, o doutorado em Ciências e Psicologia Comportamental.

Ela fez estágio na Université de Genève, na Suíça, em 1972, e o pós-doutorado em Linguística na Università La Sapienza em Roma, na Itália, em 1975. Foi bolsista de produtividade em pesquisa do CNPq e bolsista Sênior da Université de Genève, em 1995. É docente do Instituto de Psicologia da USP desde 1980, e tornou-se professora titular em 1986.

Os temas estudados pela professora Zélia estão ligados a problemas epistemológicos das ciências biológicas, especialmente a psicologia, com ênfase na ontogênese epigenética do pensamento lógico-matemático. A docente foi fundadora do primeiro Laboratório de Epistemologia Genética do Brasil, em 1968, na Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras da USP.

Posteriormente, em 1970, realizou pesquisas sobre reabilitação psicossocial no Instituto de Psicologia da USP. Em 1996, foi declarada principale émule de l´École de Genève au Brésil et en Amérique Latine, Fondation Archives Jean Piaget. Formaram-se sob sua orientação 32 mestres e 35 doutores.

Zélia foi diretora do Instituto de Psicologia na gestão 1988-1992. Aposentou-se em 2006 e, atualmente, mantém atividades acadêmicas no IP como colaboradora Sênior.

Com informações da Assessoria de Comunicação do IP

  • 17
  •  
  •  
  •  
  •  

Textos relacionados