Competição na USP busca soluções em biotecnologia

StartingUP convida alunos a desenvolverem modelos de negócio inovadores; evento será de 26 a 29 de outubro

Por - Editorias: Universidade
Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn262Print this pageEmail
StartingUP está com inscrições abertas e buscará modelos de negócio na área de biotecnologia – Foto: Wilson Dias / Agência Brasil

.
De 26 a 29 de outubro, o Núcleo de Empreendedorismo da USP (NEU), em parceria com os laboratórios do InovaUSP e as empresas Farma Júnior e ICBjr, promove o primeiro StartingUP — competição multidisciplinar para o desenvolvimento de modelos de negócio.

Os empreendimentos serão pensados em equipe e deverão estar relacionados a um dos quatro temas escolhidos dentro do universo da biotecnologia: bioenergia, biomateriais, telessaúde e envelhecimento. Os participantes terão quatro dias para pensar os projetos, sendo o primeiro deles uma espécie de “pré-evento” dedicado a palestras com pesquisadores da área.

Nos três dias seguintes, mentores vão acompanhar os participantes no desenvolvimento das propostas. A programação completa pode ser conferida neste linkCamila Yamashiro, integrante do NEU, explica que a maioria das pessoas costuma chegar com ideias próprias para esse tipo evento, que serão votadas para se encaixar nos temas propostos.

Imagem: Divulgação via Facebook

.
“Como o tempo é restrito, a ideia principal é que as pessoas interessadas em desenvolver algo se conheçam, podendo virar futuros sócios”, diz Camila. “O NEU também possibilita que após o evento, caso haja interesse, os negócios sejam acelerados.”

As inscrições devem ser feitas pelo site do evento. O ingresso tem custo de R$ 30, com desconto de 50% para alunos e pesquisadores da USP — basta pedir o código por meio do formulário on-line.

As equipes formadas serão multidisciplinares, com o público-alvo focado em áreas da biomedicina, farmácia, biologia, química, física, odontologia, negócios, engenharia e design. Podem participar estudantes da graduação e da pós.

Vale lembrar que, diferente de um hackathon, o foco do StartingUP está no desenvolvimento dos modelos de negócios, e não apenas em soluções avulsas. Além disso, a duração do evento é maior: no fim do dia, os participantes poderão voltar para casa e retornar na manhã seguinte.

Ao final da imersão, as propostas deverão ser apresentadas acompanhadas de argumentos que justifiquem a ideia e porque ela seria viável. “Serão quatro minutos para exporem tudo o que desenvolveram durante o fim de semana”, afirma Ana Arasaki, também integrante do NEU.

O evento possui o apoio da Pró-Reitoria de Pesquisa e da Faculdade de Ciências Farmacêuticas (FCF) da USP, do Centro de Pesquisa em Doenças Inflamatórias (Crid), ligado à Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (HCFMRP) da USP, e de empresas privadas.

O plano é que a competição seja anual e futuramente abrigada no prédio do InovaUSP, onde estarão laboratórios de pesquisa interdisciplinares.

Imagem: Divulgação via Facebook

.
Pré-evento

Palestras gratuitas sobre oportunidades e desafios de cada tema abordado no evento

Data: 26 de outubro

Local: Faculdade de Ciências Farmacêuticas da USP, Av. Prof. Lineu Prestes, 580, Cidade Universitária 

Link de inscrição: https://goo.gl/cMy8Gk

.
Evento

Data: 27, 28 e 29 de outubro

Local: Prédio da Engenharia de Produção – Poli-USP, Av. Prof. Luciano Gualberto, 380, Cidade Universitária

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn262Print this pageEmail

Textos relacionados